cab nba

A Pacific Division é a divisão que mais alterações sofreu na época passada, mas nem por isso deixa de ser uma das principais divisões da National Basketball Association. A tradicional potência da Pacific Division, os LA Lakers, está em profunda reestruturação e as incógnitas são maiores que as vitórias. Já os Golden State Warriors e os Los Angeles Clippers obtiveram em 2012 o maior número de vitórias das suas histórias, e este ano a tendência será para melhorarem e lutarem até ao final pelo título desta divisão. A Pacific Division é ainda constituída pelos Sacramento Kings e pelos Phoenix Suns, que não devem conseguir muito mais do que cumprir calendário e continuar a reconstrução das suas equipas.

Golden State Warriors: A equipa de San Francisco parece destinada a repetir a boa prestação do ano passado, onde alcançaram a final de Conferência. Stephen Curry promete continuar os seus fantásticos desempenhos, conquistando o seu lugar na história da NBA como um dos melhores lançadores de sempre. A jovem equipa dos Warriors soube aproveitar bem a off-season e reforçou-se com o all-star e internacional norte-americano Andre Iguodala, e ainda fortaleceu as opções de jogo interiores com as aquisições do veterano Jermaine O’Neal e de Marreese Speights. Uma equipa a acompanhar que irá com certeza conseguir um lugar no top 5 dos playoffs na Conferência Oeste, causando muitas dificuldades a todos os que visitem a Oracle Arena.

Principais Entradas: Toney Douglas (Sacramento), Andre Iguodala (Denver), Jermaine O’Neal (Phoenix) e Marreese Speights (Cleveland).

Golden State Warriors
@NBA Photos Getty Images

Los Angeles Clippers: Novo treinador, ambições renovadas! Doc Rivers deixou Boston para viajar para LA e colocar os Clippers na rota do título. Após a eliminação na 2ºronda dos playoffs, os Clippers procuraram reforçar o seu banco e acertaram em cheio! Collison parece ser um bom apoio para Chris Paul, enquanto Jared Dudley e JJ Redick prometem tornar letal o lançamento triplo desta equipa. Na minha opinião, são um dos favoritos ao título deste ano, garantindo um lugar no top 3 da Conferência Oeste e ganhando a Pacific Division. O Stapples Center parece, pela primeira vez, ter-se tornado a casa dos Clippers e não dos Lakers, como era anteriormente; o espetáculo para os fãs desta equipa está garantido, com os afundanços espetaculares de Blake Griffin, os crossovers irreverentes de Jamal Crawford – que prometem “partir” muitos tornozelos dos adversários – e as fantásticas assistências do base all-star e capitão de equipa, Chris Paul. A entrada de Doc Rivers deve trazer mais disciplina tática e maior agressividade a esta equipa, sem dúvida um dos franchisings favoritos ao título da NBA.

Anúncio Publicitário

Principais Entradas: Darren Collison (Dallas), Jared Dudley (Phoenix), Byron Mullens (Charlotte), J.J. Redick (Milwaukee), Antawn Jamison (LA Lakers).

LA Clippers
@NBA Photos Getty Images

Los Angeles Lakers: Depois de um ano desastroso para as hostes dos Lakers, este ano parece não ser muito melhor… Dwight Howard saiu para os Rockets; o desmedido Kobe Bryant continua a recuperar da grave lesão no seu joelho direito e não sabemos em que estado irá regressar. Paul Gasol e Steve Nash serão os líderes da equipa no início da época e a fraca profundidade do banco dos LA Lakers poderá ditar algumas derrotas inesperadas. São, sem dúvida, uma das grandes dúvidas desta época, pois todas as suas esperanças estão depositadas no veterano Kobe Bryant. Prevejo que tenham um desempenho semelhante ao do ano passado, lutando até aos últimos jogos pela última vaga de acesso aos playoffs. Contudo, já são muitos os rumores que dão certo este ano como um ano de transição para o franchising, pois o mercado de transferências de 2014-2015 promete ser o mais agitado dos últimos anos e os Lakers não querem perder a oportunidade de revitalizar a sua equipa, adquirindo novas superstars.

Principais Entradas: Jordan Farmar (Anadolu Efes – Turquia), Wesley Johnson (Phoenix), Chris Kaman (Dallas), Ryan Kelly (Rookie), Nick Young (Philadelphia).

LA Lakers
@NBA Photos Getty Images

Phoenix Suns: Prometem ser uma das equipas que mais irão evoluir este ano. Os Suns atacaram em força o draft deste ano com o extremo de Kentucky, Archie Goodwin, e com o poste de Maryland, Alex Len. Mas a grande novidade em Phoenix é a contratação do irreverente base Eric Bledsoe, oriundo dos Clippers, que promete formar uma possante dupla com o esloveno Goran Dragic. É um ano de transição, mas é um ano em que prometem melhorar o resultado da época passada (25V-57D), embora não seja expectável que atinjam os playoffs. Desde que sigam este rumo e continuem a trabalhar para amadurecer a equipa, dentro de um a dois anos têm tudo para ser novamente uma das melhores equipas do Oeste, onde sempre estiveram habituados a estar com as míticas equipas dos anos 90, comandadas por Charles Barkley e mais recentemente com Steve Nash e Amare Stoudamire.

Principais Entradas: Eric Bledsoe (Clippers), Archie Goodwin (Rookie), Gerald Green (Indiana), Alex Len (Rookie), Miles Plumlee (Indiana), Viacheslav Kravtsov (Milwaukee).

Phoenix Suns
@NBA Photos Getty Images

Sacramento Kings: Comandados pelo irreverente e instável poste norte-americano DeMarcus Cousin, os Kings, que, por enquanto, continuam na cidade californiana de Sacramento, reforçaram-se bem com as entradas de Landry, Mbah a Moute, Greivis Vasquez e do rookie de Kansas McLemore. Infelizmente, parecem confinados a ficar uma vez mais pelos últimos lugares da Conferência Oeste e da Liga, e sinceramente vejo muita instabilidade, tanto dos jogadores como dos proprietários, que destabiliza este franchising e que afasta as pessoas de Sacramento da Sleep Train Arena.

Principais Entradas: Carl Landry (Golden State), Luc Mbah a Moute (Milwaukee), Ben McLemore (Rookie) e Greivis Vasquez (New Orleans)

Sacramento Kings
@NBA Photos Getty Images