cab nba

Começam hoje os jogos de pré-época 2013-14 da NBA, e, como tal, deixo-vos na minha estreia no Bola na Rede a minha opinião sobre cada equipa da National Basketball Association. Começo pela conferência Oeste e por uma das divisões mais difíceis de toda a liga, a Southwest Division, que conta com a presença dos Dallas Mavericks, Houston Rockets, Memphis Grizzlies, New Orleans Pelicans e San Antonio Spurs.
Na Southwest Division, os Spurs e os Grizzlies disputarão a conquista desta divisão, seguindo naturalmente para a decisão do título da liga. Penso que tanto os Mavs como os Rockets têm condições para disputar uma das últimas vagas da Conferência Oeste nos playoffs.

Dallas Mavericks: Depois de uma fraca prestação na época passada, onde falharam os playoffs, a equipa do excêntrico Mark Cuban procurou arrumar a casa e adquirir jogadores com vários anos de NBA, assegurando a estabilidade necessária a Dirk Nowitzki. As principais novidades passam por uma nova dupla de bases, com José Calderon e Devin Harris a controlarem o ritmo de jogo dos Mavs, libertando Monta Ellis para a posição de shooting guard. Prevejo que tenham uma época com mais vitórias em 2012-13 (41V-41D), mas nem por isso a luta pelos playoffs será mais fácil.

Principais Entradas: DeJuan Blair (San Antonio), Jose Calderon (Detroit), Samuel Dalembert (Milwaukee), Monta Ellis (Milwaukee) e Devin Harris (Atlanta)

Dallas Mavericks @NBA Photo Getty Images
Dallas Mavericks @NBA Photo Getty Images

Houston Rockets: Quem contrata Dwight Howard tem de se assumir como uma das principais potências da Conferência Oeste. Os Rockets – apesar de prometerem ser uma das equipas que mais show irá proporcionar aos seus fãs, com um 5 inicial fortíssimo (Jeremy Lin, James Harden, Chandler Parsons, Omer Asik e Dwight Howard) -, na minha opinião, não terão, este ano, grandes resultados, isto porque o processo de reestruturação do franchising é demorado e a pouca qualidade dos seus suplentes não garante a estabilidade necessária para sonharem com outros voos. Contudo, devem alcançar um lugar nos playoffs.

Principais Entradas: Dwight Howard (Lakers), Marcus Camby (New York), Isaiah Canaan (Rookie)

Houston Rockets @NBA Photo Getty Images
Houston Rockets @NBA Photo Getty Images

Memphis Grizzlies: A equipa de Tennessee não se reforçou muito, registando-se o regresso do veterano Mike Miller e do poste grego Kousta Koufos. Os Grizzlies são uma das “verdadeiras” equipas da NBA porque, sem grandes superstars e tendo em conta a estranha troca da última temporada com a perda de Rudy Gay para os Toronto Raptors, conquistam ano após ano um lugar no top 5 da Conferência Oeste, com Zach Randolph e Marc Gasol a formarem umas das duplas de jogo interior mais eficazes e temidas da liga. Prevejo que voltem a repetir o top 5 na regular season e que atinjam pelo menos a 2ªronda dos playoffs.

Principais Entradas: Kosta Koufos (Denver) e Mike Miller (Miami)

Memphis Grizzlies @NBA Photo Getty Images
Memphis Grizzlies @NBA Photo Getty Images

New Orleans Pelicans: O franchising continua em profunda reestruturação, as mudanças continuam e nem o nome escapou! Deixaram de ser Hornets e passaram para Pelicans, mas o otimismo e a esperança devem reinar no Louisiana, pois, apesar de ambos serem muito jovens, a aquisição de Tyreke Evans e de Jrue Holiday vai trazer francas melhorias a New Orleans. Anthony Davis ainda não confirmou o seu estatuto de 1ªescolha do draft de 2012, e este deverá ser o seu ano de afirmação, com médias expectáveis de 10 pontos, 10 ressaltos e 4 desarmes por jogo. Apesar de terem jogadores interessantes, a forte luta por um lugar nos playoffs remete os Pelicans para mais uma época a assistirem as decisões da NBA pela TV.

Principais Entradas: Tyreke Evans (Sacramento), Jrue Holiday (Philadelphia), Anthony Morrow (Dallas), Greg Stiemsma (Minnesota) e Jeff Withey (Rookie)

New Orleans Pelicans @NBA Photo Getty Images
New Orleans Pelicans @NBA Photo Getty Images

San Antonio Spurs: Confesso que é uma das minhas equipas preferidas, e promete lutar novamente pelo título da NBA. É verdade que Tim Duncan e Manu Ginobli já não têm o fulgor de outros tempos, mas a qualidade e profundidade da equipa texana permite que a gestão física de todos os seus atletas que é levada a cabo pelo seu treinador, Greg Popovich, seja executada de forma exemplar durante a longa e exigente regular season. A armada francesa dos Spurs, liderada por Tony Parker, volta a San Antonio, ainda mais motivada depois da surpreendente vitória gaulesa no Campeonato da Europa. As entradas de Pendergraph, Maggette, e principalmente do italiano Marco Belinelli trazem mais soluções e mais certezas de uma época repleta de vitórias.

Principais Entradas: Marco Belinelli (Chicago), Corey Maggette (FA) e Jeff Pendergraph (Indiana)

San Antonio Spurs @NBA Photo Getty Images
San Antonio Spurs @NBA Photo Getty Images

Comentários