Anterior1 de 3

Mais um Natal passou! Este que parecia não chegar mais depois de um ano atribulado e de mudança. Espera-se que tenha sido um Natal com muita saúde, comida e ambiente festivo para todos. Depois de uma boa noite de consoada, chega o melhor dia, o dia de abrir os presentes! Mas, para os fãs do universo da NBA, um dos melhores presentes é mesmo ver a “maratona” dos jogos “especiais de natal”, contando com cinco neste Natal.

Esta é uma tradição que já remonta à segunda época da NBA, em 1947. Este ano, não sendo excepção, e apesar das adversidades da pandemia que vivemos, os jogos foram bastante emocionantes.

Anúncio Publicitário

A noite abriu com os campeões da Conferência Este, os Miami Heat, a defrontarem os New Orleans Pelicans de Brandon Ingram e Zion Williamson, em South Beach. Zion Williamson estreou-se no dia de Natal, e brilhou com 32 pontos, a juntar aos pontos de Brandon Ingram, com algumas jogadas que apontam para o crescimento continuo ofensivo do jovem extremo.

No entanto, a história do jogo viria a ser a de Duncan Robinson dos Miami Heat, a impor um novo recorde do dia de Natal com 6 triplos marcados na primeira parte, e ainda o recorde de 7 triplos no total do jogo, a igualar a marca de Brandon Ingram em 2019. Os Miami Heat, como equipa, marcariam 13 triplos, também a impor um novo recorde no dia de Natal!

Miami esteve na frente do marcador praticamente o jogo todo, e com algumas saídas de transição rápida, ia impondo o ritmo de jogo. Do lado de New Orleans ia sendo Ingram e Zion que impunham algum ritmo e impediam os Miami de se afastarem no marcador. Mas Miami, fruto de mais experiência, manteve a liderança até ao final e conseguiram uma vitória confortável por 111-98.

Foto de capa: NBA

Anterior1 de 3

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome