cab ncaa

Recrutar os melhores atletas é uma preocupação de todas as universidades norte-americanas que disputam as competições da NCAA. Como os atletas são amadores vale tudo para aliciar os jovens e não é de estranhar a frequência dos escândalos no processo de recrutamento. Desta vez é no basquetebol e está envolvido o famoso treinador Rick Pitino e a Universidade de Louisville, que tem sempre bons jogadores. De acordo com a “ESPN Stats & Information”, é uma das escolas com melhores jogadores novatos. Apenas Kentucky e North Carolina conseguem recrutar melhor.

O livro “Breaking Cardinal Rules: Basketball and the Escort Queen“, publicado este mês, foi ”escrito“ por Katina Powell, uma prostituta de 43 anos, e relata as aventuras ocorridas entre 2010 e 2014 na Universidade de Louisville.

No período citado os “Cardinals” chegaram à “Final Four” em 2012 e ganharam o título nacional em 2013.

Katina afirma que foi contratada por Andre McGee, da Universidade de Louisville, para arranjar “strippers” e prostitutas para garantirem o recrutamento dos jovens talentos provenientes do “High School”. Diz também que os pagamentos de McGee não eram só para os jovens candidatos a jogadores (“recruits”), mas também para os guardas que os acompanhavam nas visitas ao Campus e para os jogadores de Louisville.

Antigo jogador, Andre McGee (2005-2009) foi profissional na Europa, “Assistant coach” e Director em Louisville. Deixou a escola em 2014 para ser treinador adjunto na Universidade do Missouri, em Kansas City. Agora é acusado de contratar prostitutas para garantir novos atletas.

O livro “Breaking Cardinal Rules: Basketball and the Escort Queen"
O livro ‘Breaking Cardinal Rules: Basketball and the Escort Queen’

Powell diz que organizou muitas festas, a maioria delas no Billy Minardi Hall, o dormitório do “Campus” onde pernoitava a maioria dos jogadores de Louisville. Minardi era cunhado do treinador Rick Pitino e morreu no ataque do 11 Setembro, em Nova Iorque.

Nas festas participaram várias mulheres, incluindo Powell e as filhas. Em todas elas, Mcgee oferecia aos jovens do “High school” bebidas alcoólicas e ainda dinheiro para que os atletas fizessem sexo com as “bailarinas”.

Katina Powell foi apresentada a McGee por um amigo comum, dono de uma barbearia em Louisville. Foi ele que organizou as primeiras festas em Minardi Hall.

“Eu só a contratei para umas festas de despedida de solteiro, nada mais.“, diz o barbeiro adepto de Louisville.

Mais tarde Mcgee confessou que: “Tenho  de recrutar  novos e bons jogadores senão o meu emprego fica  em risco.”.

Powell, entrevistada pelo jornal ”Outside the Lines”, confirmou tudo o que está no livro. ”Eu sabia que um dia tinha de contar tudo isto e que me iam acusar de estar a mentir, mas guardei tudo para provar quem diz a verdade.“.

Durante a segunda festa McGee abordou a possibilidade de incluir sexo nas mesmas. “Ele perguntou-me se as raparigas queriam ganhar mais algum dinheiro com os atletas. Eu disse que sim e fizemos um acordo de forma a incluir sexo. Os “recruits” podiam escolher a rapariga e esta  fazia o preço.“.

Powell afirma ter recebido mais de 10.000 dólares, que não incluem as centenas de dólares relativas às gorjetas dadas às “strippers” por McGee, pelos “recruits” e pelos jogadores ou o pagamento extra às mulheres que aceitaram ter sexo com os atletas.

Eu fiquei com a sensação nítida de que fazia parte da equipa de recrutamento da universidade. Muitos dos jogadores vieram para Louisville por minha causa.”, afirmou Powell.

“Decidi contar a história para mostrar o interior do basquetebol universitário e como recrutam jogadores “. “É importante que se fique a saber que são atraídos com sexo, drogas e álcool.“.

Powell admite contudo que a razão principal por que escreveu o livro é monetária. Vai receber 10% das vendas do livro (BJ Book Publishing).

Um clube de Strip

Cinco ex- jogadores e muitos candidatos a jogadores (“recruits”) participaram nas festas.

Powell afirma que os novatos JaQuan Lyle (acabou por escolher Ohio State), Antonio Blakeney (está em LSU) e Montrezl Harrell tiveram sexo nas suas visitas como candidatos a jogadores de Louisville.

As acusações envolvem também dois “rookies” dos Boston Celtics: Jordan Mickey e Terry Rozier.

JaQuan Lyle Fonte: everythingkentuckyonline.com
JaQuan Lyle
Fonte: Everythingkentuckyonline.com

Os jogadores não negam os factos e JaQuan Lyle, um dos “ recruits”, que joga em Ohio State, disse mesmo: “Eu sabia que elas não eram estudantes. Era uma loucura, parecia que estávamos num clube de strip.“.

Um dos ex-jogadores disse que as bailarinas dançavam nuas e que tinha feito sexo com uma delas depois de McGee lhe ter pago.

Comentários

Artigo anteriorGP do México: Enorme Rosberg, terrível Ferrari
Próximo artigoReconstruir é diferente de reestruturar
De jogador a treinador, o êxito foi uma constante. Se o Atletismo marcou o início da sua vida desportiva enquanto atleta, foi no Basquetebol que se destacou e ao qual entregou a sua vida, jogando em clubes como o Benfica, CIF – Clube Internacional de Futebol e Estrelas de Alvalade. Mas foi como treinador que se notabilizou, desde a época de 67/68 em que começou a ganhar títulos pelo que do desporto escolar até à Liga Profissional foi um passo. Treinou clubes como o Belenenses, Sporting, Imortal de Albufeira, CAB Madeira – Clube Amigos do Basquete, Seixal, Estrelas da Avenidada, Leiria Basket e Algés. Em Vila Franca de Xira fundou o Clube de Jovens Alves Redol, de quem é ainda hoje Presidente, tendo realizado um trabalho meritório e reconhecido na formação de centenas de jovens atletas, fazendo a ligação perfeita entre o desporto escolar e o desporto federado. De destacar ainda o papel de jornalista e comentador de televisão da modalidade na RTP, Eurosport, Sport TV, onde deu voz a várias edições de Jogos Olímpicos e da NBA. Entusiasmo, dedicação e resultados pautam o percurso profissional de Mário Silva.                                                                                                                                                 O Mário escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.