Cabeçalho modalidades

Este Domingo defrontam-se pela última vez esta época a equipa do Clube Carnaxide Cultura e Desporto (CCCD) e a equipa do Centro Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos (CRCQL).

O combate ao longo da época entre estas equipas tem sido de longe o mais espetacular de seguir, não só pelo nível das equipas (ambas lutam pelo acesso à final da CorfLiga) como pelo equilíbrio extremo nos jogos já efetuados.

Dos anteriores três jogos entre as equipas dois resultaram em empate (13-13 e 20-20 em Carnaxide) e apenas um numa vitória, mas apenas pela margem mínima (19-18 em Carcavelos).

Outro fator apelativo do confronto destas duas grandes instituições do Corfebol português é a diferença de estilo de jogo ofensivo e a forma de encarar o jogo.

Anúncio Publicitário
A equipa da Quinta dos Lombos Fonte: Corfebol CRCQL Quinta dos Lombos
A equipa da Quinta dos Lombos
Fonte: Corfebol CRCQL Quinta dos Lombos

O CRCQL apresenta um Corfebol mais fluído e veloz, procurando situações de lançamento confortável e perto do cesto, dando prioridade a lançamentos com maior percentagem de concretização do que propriamente com a capacidade de dar continuidade ao jogo (Ressalto ofensivo). Para isso necessita de que os quatro jogadores em cada ataque sejam ofensivos e uma ameaça para a defesa, sendo normalmente a distribuição dos golos da equipa mais dividida por todos os jogadores.

O CCCD por seu lado apresenta um Corfebol mais seguro e clássico, privilegiando a continuidade do ataque, correndo menos riscos e organizando-se em função de explorar ao máximo as suas armas ofensivas mais fortes.

Conhecido pela agressividade coletiva que coloca em cada lance do jogo, o CCCD explora muito isso também na defesa, em que por vários momentos consegue dificultar em muito a vida aos adversários não só a nível individual mas também pelo coletivo, com uma defesa forte pela frente e muita pressão nos principais atacantes adversários.