ÚLTIMA HORA:

Conor McGregor caiu de pé perante o melhor de sempre

Cabeçalho modalidades

Foram meses de “trash talk”, muita expectativa e muitas previsões, era chegado o dia que todos esperavam.

O “Combate do Século”, como foi apelidado, estava pronto para começar. De um lado Floyd Mayweather, considerado unanimemente o melhor boxer de todos os tempos a par de Muhammad Ali, invicto com 49 vitórias em outros tantos combates, regressava aos ringues para superar o registo de Rocky Marciano e cimentar-se como o melhor em termos de resultados.

Do outro, Conor McGregor, a estrela do UFC. O “Notorious” fez carreira na MMA, tornando-se, além de lutador, uma celebridade seguida por muitos, aceitou o combate de acordo com as regras de boxe e queria ser o 1 em 49-1, fazendo Mayweather perder pela primeira vez.

Duas personalidades excêntricas que vieram do nada para serem os melhores. Floyd Mayweather, criticado por muitos pelo seu boxe mas com os resultados a falarem por si, contra Conor McGregor, arrogante para alguns, para outros alguém um exemplo a seguir, pois mesmo quando ninguém acredita, se ele diz que vai fazer, ele faz. Las Vegas era o sítio onde tudo se resolvia.

O favoritismo estava, claramente do lado de Mayweather, por ser este um combate de boxe, mas a realidade foi que McGregor entrou a matar. O irlandês sabia que tinha de atacar logos nos minutos iniciais para tentar derrotar Floyd, se não arriscava-se a prolongar o combate por mais tempo do que aquele a que está habituado nos combates da UFC.

O momento da vitória
O momento da vitória
Fonte: MMA Mania

McGregor quis entrar a matar, pois sabia que as suas hipóteses de ganhar eram maiores nos primeiros rounds e não se o combate se fosse arrastando, demorando mais tempo do que aquele a que o irlandês está habituado no UFC. Mayweather sabia disto e “entregou o jogo” a Conor por pura estratégia para perceber como era o seu estilo de luta e os seus tiques, assim como a força dos seus socos. Mal percebeu o seu estilo de combate, Mayweather foi desgastando-o e obrigando-o a errar, começando a crescer no combate. Seria uma questão de tempo até Floyd conseguir a vitória, que aconteceu ao 10º round. O árbitro decidiu atribuir a vitória por KO técnico a Mayweather, uma decisão contestada por alguns mas que se aceita claramente.

Pode-se odiar o estilo de boxe ou a sua vida excêntrica, mas há que admitir. Floyd “Money” Mayweather é o melhor de sempre. O seu legado fala por si e não seria este combate que iria mudar isso. Mesmo já “reformado” dos ringues e com 40 anos, provou o porquê de merecer o seu lugar na história do desporto. Conor McGregor também merece uma enorme ovação. Saiu da sua zona de conforto e sem medos lutou contra o melhor do mundo do boxe com as regras da modalidade. Ele sabia do risco, mas não olhou para trás. Foi Conor McGregor, acreditando que conseguia contra todas as expectativas.  Caiu, mas caiu de pé, dando uma boa réplica e calou todos aqueles que pensavam que iria ser humilhado.

Foto de Capa: MMA Mania

Componente 5 – 1 (1)

O André apoia o Benfica, mas, acima de tudo, gosta de comentar o futebol em geral. Adora assistir às primeiras pré-eliminatórias das provas europeias e é fã do Stoke City.                                                                                                                                                 O André não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O André apoia o Benfica, mas, acima de tudo, gosta de comentar o futebol em geral. Adora assistir às primeiras pré-eliminatórias das provas europeias e é fã do Stoke City.                                                                                                                                                 O André não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA