Anúncio Publicitário

Baixas de peso para a segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralis. Armindo Araújo, José Pedro Fontes e Pedro Meireles não vão aos Açores. Assim, vamos assistir a uma luta de Skodas. Ricardo Teodósio, líder do campeonato português, Ricardo Moura e Miguel Barbosa são os principais candidatos.

Depois, existem os “outsiders” como Luís Miguel Rego, campeão regional dos Açores, que renova a aposta no Skoda Fabia R5 – tinha-o feito na última prova do Campeonato dos Açores de Ralis, devido ao acidente no Rali do Pico ter destruído o Ford Fiesta R5 que habitualmente tripula pelo Team Além Mar. Bernardo Sousa volta ao Team PlayAutoaçoreana com uma máquina nova, o Citroen C3 R5. O piloto madeirense pode ser um candidato, pelo menos, ao pódio.

Novidades também no traçado da prova açoriana para 2019. Destaque para a nova especial Mediana/Remédios, que utiliza partes do antigo Soluções M, com incursão pela pista de motocross, com dois saltos que prometem. O primeiro dia termina, mais uma vez, na super especial Grupo Marques.

Anúncio Publicitário

A continuação da primeira etapa tem lugar na sexta-feira, dia 22 de março. Pico da Pedra perde a secção de asfalto inicial e ganha cerca de quatro quilómetros em piso de terra mais a norte.

A histórica especial do rali dos Açores é a especial das Sete Cidades. Aqui torna-se a correr a especial corrida em 2014. Nova especial de Vista do Rei/Feiteiras contém uma nova secção com três quilómetros, para depois retomar cerca de cinco quilómetros da versão anterior, mas em sentido inverso.

Último dia de rali também com alterações. A especial Graminhais conta com um novo ponto de partida. A dura Tronqueira é a única que mantém a versão 2018.

Novidade para este ano é o Azores E-Rallye. A prova, que se reveste de caráter de regularidade, irá ser disputada exclusivamente por veículos elétricos, com passagem por Sete Cidades, Tronqueira e Grupo Marques. Nos Açores, e por altura do rali, irão estar presentes pilotos do FIA e-Rally Regularity Cup, assim como o responsável máximo da FIA junto desta competição, que será dado a conhecer dentro de alguns dias.

No FIA ERC também existem novidades. Para já, Bruno Magalhães, vice-campeão europeu em 2017 e terceiro classificado em 2018 participa nesta ronda inicial do Europeu, mas o foco é o campeonato português, no Team Hyundai Portugal, com assistência da equipa Sports & You.

Alexey Lukyanuk venceu em 2018 o Azores Rallye à geral
Fonte: Saientéloc Racing

O campeão europeu também traz novidades para o campeonato na forma de um Citroen C3 R5. Alexey Lukyanuk vai tentar renovar o título de 2018, começando nos Açores onde venceu no ano passado.

Foto de Capa: Azores Rallye

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Anúncio Publicitário