O verde limão da Kawasaki voltou ao topo. A marca nipónica ganhou as duas corridas do fim-de-semana em Assen, na Holanda. Mas não se enganem se acham que só Jonathan Rea venceu. Na primeira, o campeão do mundo superiorizou-se a Michael Van der Mark em Yamaha. Na segunda, a vitória foi para Tom Sykes, com um domínio absoluto da corrida.

Mas antes das corridas, na qualificação, a surpresa apresentou-se sob a forma de Alex Lowes, que conquistou a superpole, a primeira da sua carreira no mundial de Superbikes. Juntamente com Lowes, ficaram Rea e Xavi Fores, o melhor piloto das motas Ducati. Este ficou à frente dos pilotos oficiais, que partiram de quinto (Marco Melandri) e de oitavo (Chaz Davies).

Fores tem vindo a mostrar o seu talento e a Barni Racing Team tem mostrado que consegue preparar muito bem uma moto. Nesta qualificação, destacamos o acidente de Jake Gagne. O americano ficou desta forma de fora das corridas de sábado e domingo, deixando a única presença de uma moto Honda para outro americano, PJ Jacobsen, da Triple M Racing.

Sábado chegou e Assen viu o espanhol Xavi Fores a ter uma partida esplendorosa, garantindo o holeshot, mas sendo logo ultrapassado pelo campeão mundial, Rea, e pelo menino da casa, Michael Van der Mark. Mais atrás, Lorenzo Savadori numa Aprilia, fez um arranque impressionante, conquistando o nono lugar. Na frente, Rea imponha o seu ritmo, mas sempre seguido de perto pela Yamaha de Van der Mark.

Anúncio Publicitário

Já Tom Sykes se encontrava em sétimo, numa corrida em que parecia que o britânico iria perder outra vez o comboio dos primeiros. Davies vinha endiabrado, tentando recuperar o máximo de lugares e a honra da Ducati oficial, já que Fores estava à sua frente. Na quarta volta, Van der Mark faz uma excelente ultrapassagem na última chicana, um sítio que nos proporcionou grandes imagens ao longo do fim-de-semana, passando a liderar a corrida. Já mais atrás, Lowes, encontrava problemas com a Yamaha YZF-R1, que acabou entrando em modo de segurança. Uma má escolha de pneus por parte da sua equipa viu Lowes descer na corrida, conseguindo ao menos salvar pontos, terminando-a no 12.º posto da geral.

Após a ultrapassagem a Fores, Davies começou a aproximar-se dos líderes da corrida, Rea e Van der Mark. As últimas seis voltas viram um pressing de Davies sobre Van der Mark, mas o holandês conseguiu suster o britânico, terminando a ronda caseira na segunda posição. Já Rea ganhou e Davies completou o pódio. Xavi Fores conseguiu mais um bom resultado com o quinto lugar. A grande surpresa foi na quarta posição e chama-se Tom Sykes. O britânico teve um início de corrida não muito impressionante, mas pareceu ter colocado a sua cabeça no sítio e marchou até ao quarto posto da geral e quase chegando ao pódio.

Xavi Fores tem brilhado aos comandos da Ducati Panigale da Barni Racing Team
Fonte: Barni Racing Team

Domingo viu Tom Skykes fazer o que não fazia há muito tempo. Partir de primeiro e dominar por completo a corrida. Será caso para dizer: Bem-vindo, Tom! Gostamos de te ver nos bons resultados!

A partir daqui o que resta é a luta pelas restantes posições. Na primeira curva, destaque para Rea, que partiu de nono e ganhou imensas posições nessa parte do circuito. Já Chaz Davies alargou na primeira curva e fez o contrário de Rea, perdendo tempo. Penso que se não fosse esta excursão do piloto britânico da Ducati, este estaria numa posição final mais elevada. Já o seu companheiro de equipa, Marco Melandri, teve um início discreto, mas a 18 voltas do final cometeu dois erros, o que lhe fez perder algumas posições, ficando a lutar mais atrás do previsto.

Mesmo assim acabou por ter uma luta interessante com Jordi Torres da MV Augusta, que se prolongou até à linha de meta, onde o espanhol ganhou ao italiano, ficando assim em sexto e Melandri em sétimo. Na luta pela segunda posição, debateram-se os mesmos pilotos da primeira corrida, Rea e Van der Mark. Mais uma vez o britânico foi superior ao holandês. Na quarta posição ficou Xavi Fores, isolado. Este está a levar a Ducati da Barni Racing Team a novos voos esta temporada. Este foi seguido de Chaz Davies, que com o erro inicial perdeu algum tempo, não conseguindo lutar por lugares mais cimeiros. Alex Lowes teve outra vez azar, caindo na corrida, mas conseguindo terminá-la em 14.º da geral.

Michael Van der Mark correu em casa e foi o melhor da Yamaha nas corridas desta ronda em Assen
Fonte: WSBK

O mundial de Superbikes está ao rubro. Na liderança temos Jonathan Rea com 159 pontos seguido dos dois pilotos da Ducati, Chaz Davies com 129 pontos e Marco Melandri com 115 pontos. Tom Sykes com a vitória subiu ao quinto posto com 101 pontos. A próxima ronda realiza-se de 11 a 13 de maio no Autódromo Internacional Enzo e Dino Ferrari, em Imola, Itália.

Foto de Capa: WSBK

Revisto por: Rita Manique