spot_imgspot_img

    E-Prix de Londres #1: Vitória inglesa por terras de Sua Majestade

    A CORRIDA: JAKE DENNIS E UM PASSEIO POR LONDRES

    Com apenas mais três provas para realizar, o combate pelo título de campeão do mundo de Fórmula E está ao rubro, após o britânico Jake Dennis (BMW) vencer a primeira corrida do E-Prix de Londres, conseguindo uma margem confortável para o segundo classificado, Nyck de Vries (Mercedes), e para o homem da pole position, Alex Lynn (Mahindra).

    Numa corrida onde a grande maioria do caos ocorreu na primera volta, bastou um acidente pelas apertadas curvas do circuito londrino para eliminar da corrida o líder do campeonato, Sam Bird.

    A batalha pela liderança foi a dois na primeira metade da corrida, com Alex Lynn a segurar Jake Dennis. O piloto da BMW conseguiu, no entanto, aproveitar a segunda ida de Lynn ao Attack Mode para saltar para a liderança, conseguindo manter o Mahindra atrás de si durante o resto da corrida. A partir deste momento, Jake Dennis estabeleceu uma liderança segura, que lhe permitiu a segunda vitória da temporada.

    Mais atrás, Lynn começava a perder ritmo para o rapidíssimo Nyck de Vries que, após começar em nono lugar, decidiu ultrapassar quase todos os carros que encontrava, até chegar ao segundo lugar, que retirou a Lynn utilizando o Fan Boost.

    E-prix de Londres

    Fora do pódio, o primeiro homem a passar a bandeira axadrezada foi Sebastien Buemi (Nissan), que teve uma corrida sossegada, um pouco em terra de ninguém, no entanto ele, como o colega de equipa Oliver Rowland, que terminou em 10.º, foram desqualificados devido a uso excessivo de energia.

    A ele seguiu-se o alemão André Lotterer (Porsche) que, apesar de sempre pressionado pelos Audi, conseguiu segurar o quinto lugar durante toda a prova que com a desqualificação de Buemi, passou a quarto.

    Nos Audi, havia um piloto claramente mais rápido que o outro, e tal resultou em ordens de equipa, para que René Rast fosse para a frente de Lucas di Grassi. Dos dois, Rast é o melhor classificado do campeonato E-Prix, e vinha com um ritmo superior, após começar em 13.º e rapidamente chegar aos pontos, garantindo, pelo meio, uma volta mais rápida. O brasileiro Lucas di Grassi não ganhou nem perdeu posições relativamente à qualificação, e segurou o sexto lugar.

    Outro homem que veio em recuperação de fora das posições de pontos foi Stoffel Vandoorne (Mercedes) que, não conseguindo igualar o ritmo do colega de equipa e ir lá para a frente, selou um fim de semana positivo para a equipa alemã com o sétimo lugar, após três fins de semana seguidos sem pontuar para a Mercedes.

    A bandeira portuguesa também chegou aos pontos, através do campeão em título António Félix da Costa (DS) que, através da oitava posição e quatro pontos, conseguiu aproveitar a desistência de Sam Bird para se aproximar do primeiro lugar, estando agora a apenas um ponto.

    O português esteve envolvido durante quase toda a corrida em batalha com Norman Nato (Venturi), mas a penalização de cinco segundos do piloto francês era uma “ultrapassagem” garantida. Apesar de tudo, Félix da Costa preferiu fazê-lo em pista, sendo que Nato acabou a corrida sem bateria e saiu dos pontos.

    Este último lugar dos pontos acabou por ficar reservado para Oliver Rowland (Nissan), que vinha em perseguição aos três homens mencionados anteriormente, contudo, devido à desqualificação dos Nissan, a nona posição ficou para Edouardo Mortara (Venturi) e o 10.º lugar para Pascal Wehrlein (Porsche).

    A faltar três provas para o final do campeonato, este encontra-se totalmente em aberto, com apenas sete pontos a separar os seis primeiros.

    Apesar da desistência, Sam Bird tinha uma almofada grande o suficiente para ainda manter a liderança com os seus 81 pontos, no entanto, a vitória de Jake Dennis atira-o para o terceiro lugar a apenas dois pontos, com Félix da Costa em segundo a um ponto da liderança. Os restantes membros do top 6 são Nyck de Vries (77 pontos), Robin Frijns (76 pontos) e Edouardo Mortara (74 pontos).

    No campeonato de construtores, os zero pontos da Virgin permitiram que a DS subisse à liderança, com uma pequena vantagem de dois pontos, para um total de 148. Em terceiro, está a Jaguar, com 141 pontos.

    Foto de Capa: Formula E

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Sevilla CF apresentou proposta por defesa do San Lorenzo

    O defesa argentino de 23 anos de idade interessa...

    FC Inter aciona opção de compra por jovem médio

    Tem apenas 20 anos de idade, mas já conta...

    Basileia da Suíça anuncia saída do treinador-principal

    O FC Basel anunciou a saída do treinador-principal, Alex...

    Rúben Amorim elogia Chermiti, após estreia a marcar na Liga

    Rúben Amorim falou de vários temas na conferência de...
    Luís Manuel Barros
    Luís Manuel Barros
    O Luís tem 21 anos e é de Marco de Canavezes, tem em si uma paixão por automobilismo desde muito novo quando via o Schumacher num carro vermelho a dominar todas as pistas por esse mundo fora. Esse amor pelas 4 rodas é partilhado com o gosto por Wrestling que voltou a acompanhar religiosamente desde 2016.                                                                                                                                                 O Luís escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Bola na Rede