Anterior1 de 2Próximo

Hockenheim traz-nos, este fim-de-semana, um circuito histórico, com já algumas surpresas na qualificação: o abandono repentino de Sebastian Vettel na Q1 devido a problemas no turbo determina que o piloto da casa irá partir para a corrida de amanhã em 20º.

Já a equipa da casa, a Mercedes, segue em primeiro lugar, com Lewis Hamilton na linha da frente, garantindo a sua 87ª pole position da carreira; Valtteri Bottas partirá de terceiro lugar, com Max Verstappen da Red Bull Racing a separar os dois pilotos da equipa alemã.

Durante o dia de ontem, tudo parecia correr bem para a Ferrari: a liderança nos dois primeiros treinos livres, e mesmo no treino livre desta manhã, em que poderia mesmo dizer que se sentiu uma diminuição de ritmo por parte da Mercedes, e que acabava por dar esperanças aos tiffosi da equipa italiana.

Apenas não passou de altas expetativas para a Ferrari, visto que também Charles Leclerc acabou por não estabelecer tempo na Q3, devido também a uma falha do carro, perdendo a sua oportunidade de ganhar a pole.

Charles Leclerc na box da Ferrari, após ter sido detetada uma falha no seu carro durante a Q3.
Fonte: Formula 1

Com a Ferrari a descair (impressionantemente!) na qualificação, a equipa liderada por Toto Wolff aproveita a oportunidade perfeita para brilhar, mais uma vez. Não é algo que não esperávamos de todo. No entanto, esperávamos pelo momento que a Ferrari desse luta e pudesse, outra vez, ganhar uma pole e liderar, principalmente Sebastian Vettel, que corre em casa e acaba por ter uma motivação extra.

Mas então, o que esperar da corrida de amanhã?

Anterior1 de 2Próximo

Comentários