Anterior2 de 2Próximo

A Mercedes, como tem sido uma constante este ano, tem a vantagem, e a partir daí, poderá correr bem. Assim, Lewis Hamilton ganhar a corrida, tranquilamente, sem grandes devaneios.

Mas, será que a Ferrari não terá algo a dizer sobre isto? Apesar de todos os problemas visíveis em ambos os carros, a squadra italiana, a menos que o azar os persiga e as falhas não sejam totalmente resolvidas, poderão lutar por uma vitória, ou, pelo menos, um lugar no pódio.

Também a Red Bull Racing – com Max Verstappen a partir de segundo lugar e Pierre Gasly de quarto lugar – poderá ter lugar de destaque este domingo. Nos treinos livres, ambos estiveram à altura do desafio, e mesmo a motivação e ambição que a equipa austríaca tem demonstrado durante as últimas corridas revela-se promissora, e o carro também tem ajudado para tal.

Fora das três principais equipas, quem poderá destacar-se também é a Haas F1 Team, que, durante todo o fim-de-semana, tem tido bons resultados, tendo o piloto francês Romain Grosjean a partir de sexto.

Outra equipa que tem estado muito bem (considerando a época) é a Racing Point, que surpreendeu nos treinos livres e que terá o piloto Sergio Pérez a começar em oitavo.

Anúncio Publicitário

Concluindo, é difícil determinar o que poderá acontecer amanhã. Poderá ser uma corrida tranquila para a Mercedes, que poderá ganhar desde cedo uma boa vantagem, sem grandes desafios; mas também poderá ser uma corrida marcada por maus arranques, adversidades e circunstâncias pesadas da corrida (incidentes), que poderão mudar todo o jogo.

Por aqui, só esperámos que seja uma corrida com alguma ação e, para isso acontecer, a Ferrari e a Red Bull precisam de ganhar algum terreno e criar alguns desafios ao atual campeão mundial, Lewis Hamilton.

Foto De Capa: Mercedes AMG-F1

artigo revisto por: Ana Ferreira

Anterior2 de 2Próximo

Comentários