Anterior1 de 3

A ANTEVISÃO: POR OITO MILÉSIMAS, RUSSELL!

Bem-vindos de volta a mais uma ronda de Qualificação de Fórmula 1. O Grande Prémio da Estíria é a primeira das duas rondas que se seguirão no Red Bull Ring, na Áustria.

A equipa da casa, tão bem conhecida como a Red Bull, começa bem o fim-de-semana, com Max Verstappen a conquistar o melhor tempo, dando-lhe a sexta pole position da sua carreira, e a terceira pole position do ano para o piloto holandês. De notar que Max Verstappen já conseguiu, este ano, metade das poles que acarretou na sua carreira.

No que concerne a Mercedes, Valtteri Bottas consegue o segundo melhor tempo, mas, devido a uma penalização de três lugares tendo em conta o incidente do TL2 de sexta-feira, irá apenas partir de quinto lugar. Já Lewis Hamilton não foi além de um terceiro lugar, numa volta desapontante para o piloto britânico, sem meio para atingir o fim esperado.

Anúncio Publicitário

Contudo, vamos por partes. Sem incidentes durante toda a qualificação, a Q1 deixou o Alpine de Esteban Ocon de fora da Q2, onde, surpreendentemente pela negativa, aparece apenas com tempo para um 17.º lugar. Nicholas Latifi (Williams) partirá à frente do piloto francês, e atrás deste, estará o Alfa Romeo de Kimi Raikkonen, e os dois Haas.

Na Q2, destaque para o facto de George Russell se ter classificado em 11.º lugar, novamente, após tê-lo feito pela última vez no Grande Prémio de Portugal, como sendo a sua melhor classificação na Fórmula 1. Assim, o piloto britânico volta a fazê-lo, e, se não fosse por apenas oito milésimas (sim, leu bem) travadas pelo Aston Martin de Lance Stroll, teríamos novamente um Williams na Q3, algo que já não há conta de quando é que aconteceu pela última vez.

No que concerne o restante pelotão, ficam de fora da Q3 nomes como o de Carlos Sainz (Ferrari), Daniel Ricciardo (McLaren), Sebastian Vettel (Aston Martin) e, por fim, Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).

Na Q3, para além dos já mencionados três primeiros, Lando Norris qualifica-se em quarto lugar, e Sergio Pérez em quinto lugar, porém, ambos beneficiarão da penalização de Valtteri Bottas e partirão um lugar adiantado ao conseguido na qualificação.

Por fim, Pierre Gasly (AlphaTauri), Charles Leclerc (Ferrari), Yuki Tsunoda (AlphaTauri), Fernando Alonso (Alpine) e Lance Stroll (Aston Martin) encerram, assim, o top 10 da qualificação, respetivamente.

Em suma, Max Verstappen tem novamente a vantagem da partida, e uma coisa é certa, o piloto holandês já conseguiu deixar a Mercedes e, principalmente, Lewis Hamilton, sob pressão. Porém, e como já vimos várias vezes, nem sempre a pole significa vitória, e pressão também significa mais vontade de atingir os objetivos propostos. E o objetivo da Mercedes é claramente o de vencer esta corrida.

Para além disto, há a probabilidade de uma mudança meteorológica em Spielberg, e, se assim for, a estratégia das equipas será fundamental para estas conseguirem alcançar os dez lugares pontuáveis.

Foto de Capa: Red Bull Racing

Anterior1 de 3

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome