cab desportos motorizados

Tal como ele próprio disse ainda antes da corrida, Xangai é de facto um excelente palco para Lewis Hamilton. O inglês conseguiu a quinta pole no circuito chinês e juntou-se assim a nomes como Michael Schumacher ou Ayrton Senna. Mas Hamilton desvalorizou, foi humilde, relembrou que também havia conseguido a pole-position na Malásia, e Vettel acabou por conquistar a vitória. Esperou que a corrida falasse por si. E assim foi.

O piloto britânico controlou a prova do princípio ao fim e não deu espaço ao outro Mercedes, de Nico Rosberg. Sebastian Vettel ficou na terceira posição, e o pódio da qualificação não foi alterado. O outro Ferrari, Kimi Raikkonen, ultrapassou os dois Williams e confirmou o quarto lugar; foi, mais uma vez, “o melhor dos outros todos”. Isto porque o Mundial de F1 2015 está claramente partido, separado entre Hamilton, Rosberg e Vettel, e os “outros”. Dificilmente haverá outros vencedores; arrisco-me até a dizer outros nomes nos pódios, que não estes três.

Voltando à corrida desta manhã, as últimas duas voltas foram cumpridas atrás do safety-car, depois de Max Verstappen (Toro Rosso) ter ficado parado na recta da meta. Mais um motor Renault a ter problemas; a época está difícil para a marca francesa. Com o safety-car em pista, Hamilton tinha já a vitória garantida a duas voltas do final. Pastor Maldonado (Lotus) obteve um feito (negativo…) quase histórico: três GPs, três abandonos. O venezuelano sofreu um toque de Button (McLaren) e não teve condições para continuar em prova.

Já depois do fim da prova, os dois pilotos da Mercedes voltaram a protagonizar um momento pouco bonito. Mais uma vez sem papas na língua, Rosberg acusou o colega de correr com pouca velocidade, pondo em risco o segundo lugar do alemão, que teve Vettel a poucos metros. Lewis Hamilton defendeu-se e disse que não entendia as críticas, que Rosberg até podia tê-lo ultrapassado e não o fez. Hamilton é elegante. Pode até ser egoísta e mau colega, mas nada transparece cá para fora.

Anúncio Publicitário

Ganhou o do costume. Venha o Bahrain, a 19 de Abril.

Foto de capa: Página de Facebook da Mercedes AMG Petronas