Anterior2 de 2Próximo

Um dia muito negativo em termos de estratégia e setup do carro para a Ferrari. Nunca pareceram ameaçar os Mercedes. A luta deles era apenas com Verstappen e, em vez de potenciarem os pontos da equipa, beneficiando os dois pilotos, apenas protegeram Vettel e atiraram Leclerc à fogueira, algo desnecessário tão cedo na temporada.

Mais atrás, numa terra de ninguém, Pierre Gasly conseguiu o melhor resultado da temporada, com uma sexta posição, e ainda o ponto por volta mais rápida, ainda assim muito, mas muito distante do ritmo de Verstappen.

No final, Hamilton conseguiu a 75ª vitória da carreira, numa corrida que mais pareceu uma procissão. Após o entusiasmo da corrida anterior, esta deixou muito a desejar no que toca à qualidade da competição. Bottas cruzou a linha de chegada em 2º, nunca conseguiu acompanhar o ritmo do seu colega de equipa, e Vettel fechou o pódio, com Verstappen atrás em 4º e Leclerc em 5º. Nos “melhores do resto”, Ricciardo pontuou pela primeira vez este ano, na primeira corrida em que a Renault pareceu realmente rápida, com um 7º lugar, seguido de Perez, Raikkonen, e um fantástico Albon, que chegou à 10ª posição, apesar de ter começado a corrida nas boxes.

As promessas de velocidade da Ferrari só foram cumpridas, até agora, no Bahrain, e parece que este início de época é todo Mercedes. Os Silver Arrows conseguiram a 3ª dobradinha seguida este ano, e a batalha pelo título parece ser apenas entre Hamilton e Bottas. A corrida em Baku tem o hábito de oferecer caos e resultados inesperados, talvez haja um pouco mais de entusiasmo daqui a duas semanas.

Piloto do dia: Alexander Albon

Após começar nas boxes, pontuar é excelente
Fonte: Scuderia Toro Rosso

Após o grande acidente que sofreu na terceira sessão de treinos e ter falhado a qualificação, o piloto da Toro Rosso começou a corrida nas boxes para fugir ao caos das primeiras voltas. Pouco a pouco, ganhou posições e conseguiu chegar ao 10º lugar e pontuar. Um bom inicio de época para Albon, que, nas primeiras três corridas, tem feito um trabalho muito superior ao colega de equipa Kvyat, que tem muito mais experiência. Pena Russel estar onde está, porque a batalha entre Norris e Albon vai ser muito interessante.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: Formula 1

Anterior2 de 2Próximo

Comentários