Anterior1 de 2Próximo

Numa corrida em que, no início, a liderança e a dobradinha da Ferrari pareciam certas, na segunda metade, o jogo virou completamente: a Mercedes consegue o 1-2, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas a reforçar o campeonato, e Charles Leclerc (Ferrari) apenas assegura o terceiro lugar.

Sebastian Vettel acaba por ser forçado a retirar o seu Ferrari, quando, depois da saída das box, lhe foi detetado um problema no carro. A partir daqui, a Mercedes ganhou muito mais força para vencer a corrida.

Sebastian Vettel, forçado a encostar o carro, abandona assim o 16º evento da época. Fonte: Formula 1

Os Red Bull também acabaram por dar cartas: Max Verstappen acaba em quarto lugar; e Alex Albon consegue subir 15 posições na grelha, terminando em quinto lugar.

Para terminar os dez primeiros, Sainz (McLaren) arrecadou o sexto lugar, com Perez (Racing Point) em sétimo; Norris (McLaren) sobe uma posição na grelha, devido ao time penalty de Magnussen (Haas) e Hulkenberg (Renault) conquista o último ponto da corrida.

O dia de hoje foi certamente sublinhado pela entrada de vários safety car – tanto virtual como físico – e, com eles, foram contabilizadas cinco desistências: Romain Grosjean (Haas); Daniel Ricciardo (Renault); Sebastian Vettel (Ferrari); George Russell e Robert Kubica (Williams).

O maior choque de hoje foi talvez o facto de Sebastian Vettel (Ferrari) ter tido um arranque fantástico, liderar a corrida durante cerca de 25 voltas e, mesmo assim, ser questionado pelos estrategas da equipa, que lhe pediram para deixar Leclerc liderar, para, posteriormente, o monegasco ganhar.

De facto, tal acabou por não se suceder. Quando a estratégia se iria realizar, Vettel foi forçado a retirar-se, e a Ferrari não conseguiu levar, nem a dobradinha, nem o carro de Leclerc a vencer – o que acaba por se tornar numa desilusão, tendo em conta o fim-de-semana que esperávamos.

As estatísticas não mentem: o Autódromo de Sochi ainda não viu mais nenhuma equipa a ganhar, pois a Mercedes tem sido constante no que toca às vitórias em território russo. Pelos vistos, este ano não poderia ser diferente.

Próxima paragem: uma das típicas corridas matinais, no Japão, de 11 a 13 de outubro, que marca a 17ª corrida da temporada.

Resultados finais da corrida.
Fonte: Formula 1

Foto De Capa: Formula 1

Anterior1 de 2Próximo

Comentários