O “rei dos memes”, o maior consumidor de leite do mundo… é assim que é conhecido (divertidamente) um dos mais recentes (e mais novos!) pilotos do campeonato da Fórmula 1, Lando Norris.

Mas não é só pelas brincadeiras que Lando Norris é conhecido. De apenas 20 anos e a fazer o seu ano de estreia na Fórmula 1 com 19 anos, o piloto britânico teve um dos melhores anos como rookie a serviço da McLaren.

A fazer dupla com o espanhol Carlos Sainz Jr., estes dois parecem ser feitos um para o outro: para além da animação nas redes sociais, os resultados que apresentaram ao cargo da McLaren deram à equipa um fugaz quarto lugar no campeonato.

Com a época de 2019 dada por terminada, Lando Norris poderia ser galardoado como um dos melhores rookies do ano: com um total de 49 pontos, consegue o 11.º lugar no campeonato geral de pilotos – bem como uma série de qualificações até ao décimo lugar, tendo sido rara a corrida onde o piloto não ganhou pontos.

Um melhor ano de rookie para Lando Norris seria impossível
Fonte: McLaren

UMA (AINDA) CURTA CARREIRA

O piloto britânico de raízes belgas, antes de chegar ao patamar dos 20 melhores pilotos do mundo, foi campeão da Fórmula MSA em 2015. Em 2016, sagrou-se campeão da Toyota Racing Series e da Fórmula 2.0 Renault Eurocup.

Em 2017, passou pelo Campeonato da FIA de Fórmula 3 pela equipa Carlin.

Foi a partir daqui que a sua parceria com a McLaren começou: em fevereiro do mesmo ano, Norris foi anunciado como piloto júnior da equipa e, em novembro, já era o piloto oficial de testes pela equipa britânica.

Foi promovido, em 2018, para o Campeonato da FIA da Fórmula 2, pela mesma equipa, porém não seria a sua única promoção no ano: foi em setembro que Lando Norris seria anunciado ao mundo como a nova contratação da McLaren para full-time driver, depois da saída, nesse ano, de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne.

Teremos um pódio agendado em breve para Lando Norris?
Fonte: McLaren

EXPETATIVAS ALTAS PARA O FUTURO?

Quando vemos a McLaren a promover um piloto mais novo do que muitos de nós (como já a Red Bull fez, e muitos outros nos últimos anos) pensamos: Será a decisão mais acertada?

Depois de vermos o ano extraordinário de rookie que Lando Norris nos apresentou, então sim, a McLaren tomou a decisão certa.

Com a sua boa disposição e humildade, Lando Norris deixa a todos um sorriso na cara e, a vontade de ver o miúdo crescer na Fórmula 1 e de ganhar pole positions, chegar aos pódios e talvez ganhar corridas, é muito grande.

A Fórmula 1 está a mudar. Todos os recordes estão, aos poucos, a ser batidos e, é através das gerações mais novas e da evolução cada vez maior da mecânica, que iremos olhar para trás e teremos de aceitar que uma nova era está a chegar.

E, com isto, acredito que Lando Norris seja um destes impulsionadores da mudança na Fórmula 1.

Por enquanto, o piloto britânico irá continuar com a McLaren para 2020 e, a partir daí, esperamos ver a McLaren a chegar aos lugares mais altos do pódio e a, finalmente, ameaçar os “três grandes” da Fórmula 1.

Foto De Capa: McLaren

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

Comentários