Anterior1 de 6Próximo

Em princípio, e, ao que tudo a FIA nos indica, se toda esta situação que estamos a viver melhorar, o Campeonato de Fórmula 1 apenas irá começar em julho, sendo o Grande Prémio da Áustria o primeiro do ano.

No entanto, nesta terça-feira, a modalidade trouxe-nos uma notícia de última hora, que muitos não estavam à espera: A relação cortada entre a Ferrari e Sebastian Vettel, sendo que o alemão já exprimiu o seu desejo de sair da scuderia italiana no final da época de 2020.

Agora, sim, podemos dizer que a «silly season» começou mesmo antes de começar a «real season».

Quatro vezes campeão pela Red Bull, e a correr desde 2015 pela equipa italiana, Sebastian Vettel deixa, assim, o lugar à disposição, bem como muitos rumores e especulações para os fãs, que, tal como eu, vão tentar adivinhar quem serão os possíveis candidatos ao lugar deixado pelo alemão.

Anúncio Publicitário

No entanto, acredito que este não seja o fim da carreira do piloto alemão. Seja qual for a decisão que ele tenha tomado, penso que qualquer equipa terá a sorte de ter um piloto tão completo como ele.

Foto de Capa: Scuderia Ferrari

Anterior1 de 6Próximo

Comentários