Anúncio Publicitário

A CORRIDA: MARQUEZ DISPARA PARA A VITÓRIA

Domingo novo dia de MotoGP, dois anos depois a categoria rainha volta a pisar o asfalto do Grande Prémio da América com inúmeras quedas e numerosas queixas por parte de vários pilotos, tendo sido a segurança e qualidade do traçado de Austin o tópico mais debatido durante este fim de semana tendo as opiniões se dividido.

Pecco Bagnaia conquistou mais uma vez a pole position e entrou na corrida como principal favorito a par de Marc Márquez, embora o piloto italiano da Ducati Lenovo Team tenha dito em declarações à imprensa que a moto mais vantajosa para este circuito era a Honda de Marquez, descartando assim o seu favoritismo.

Anúncio Publicitário

Contrariamente ao esperado e depois de um arranque enérgico quem conquistou o holeshot foi o por múltiplas vezes campeão mundial, Marc Márquez.

Como foi acontecendo ao longo das sessões de treinos e qualificações, cedo começaram as quedas neste GP da América, sendo que a primeira queda foi do nipónico Takaaki Nakagami logo no início da corrida, no terceiro setor na curva 12, motivando assim as primeiras bandeiras amarelas do GP.

Para além de Nakagami também Johann Zarco caiu no setor 1, curva 1 e pela quarta vez este fim de semana Aleix Espargaró caiu na curva 13, setor 3, novamente bandeiras amarelas e uma enorme frustração e revolta do piloto espanhol com este circuito.

Com o decorrer da corrida Marc Márquez foi mostrando ares da sua antiga grande forma distanciando-se da concorrência e marcando um ritmo e estilo de pilotagem característico da formiga de Cervera.

Tal como tinha dito anteriormente, Jack Miller facilitou a tarefa ao colega de equipa Francesco Bagnaia, tendo permitido a sua ultrapassagem com vista à luta pelo pódio neste GP da América.

Jorge Martin recebeu aviso que teria que cumprir uma long lap penalty devido a ter excedido os limites de pista na curva número 5.

Até ao final da corrida Marquez não deu qualquer oportunidade aos outros pilotos e a sua condução roçou a perfeição, protagonizando uma vitória sem espinhas, recuperando a distinção do Xerife de Austin.

Relativamente às contas do campeonato Fabio Quartararo pode sagrar-se campeão já no próximo GP.

Destaque também para o piloto português Miguel Oliveira que depois de uma qualificação azarada com uma queda, arrancou de 18.º na grelha e fez uma corrida incrível recuperando sete posições lutando toda a corrida por um lugar no top 10.

 

A FIGURA DO DIA:

Fonte: Twitter Repsol Honda Team

Marc Márquez – O Xerife de Austin fez uma performance que certamente deliciou todos os fãs de MotoGP independentemente de simpatizarem ou não com ele.

Uma corrida “sem-espinhas” de início ao fim, com uma condução arrojada e entusiasmante, mesmo à imagem de Marc Márquez.

 

A DESILUSÃO DO DIA:

Aleix Espargaró – O piloto espanhol teve um fim de semana muito negativo na América, tendo tido um total de quatro quedas, não conseguindo aproveitar nem os treinos livres nem a qualificação nem a corrida, num momento em que era importante para ele e para a sua construtora ir solidificando processos e resultados.

 

Foto de Capa: Instagram MotoGP

 

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome