GP São Marino: Martinator implacável!

    modalidades cabeçalho

    A CORRIDA: A LENDA DO “PEQUENO SAMURAI”

    Um “exterminador implacável” com um relógio suíço embutido, foi assim a corrida de Jorge Martín que, logo na partida, assumiu o primeiro lugar para depois realizar uma corrida perfeita e a estabelecer tempos extremamente próximos entre voltas, deixando Marco Bezzecchi e Francesco Bagnaia sem hipótese de resposta.

    Os pilotos italianos da Mooney e da Ducati foram autênticos gladiadores, limitados fisicamente, fizeram corridas incríveis e, na chegada ao “parque fechado”, foi visível as dificuldades que tiveram de ultrapassar para concluir a corrida.

    A história maior da corrida, quiçá de todo o fim-de-semana, foi a brilhante corrida do “Pequeno Samurai” Dani Pedrosa, uma autêntica lenda do MotoGP e um verdadeiro gentleman, conquistou o quarto lugar e salvou o fim-de-semana da KTM que viu, Brad Binder e Jack Miller caírem durante a corrida. Dani Pedrosa sempre foi um exemplo dentro e fora de pista, é um dos grandes responsáveis pelo sucesso da KTM e merecia o incrível regresso que teve, como “Wildcard”.

    Já a corrida começou sem incidentes, com Martin a destacar-se na frente, seguido de Bagnaia e Bezzecchi. Atrás do top três surgem, Dani Pedrosa, Brad Binder, Maverick Viñales e Miguel Oliveira, o português realizou um belo arranque, conquistando três posições. O destaque negativo vai para Aleix Espargaró que perdeu cinco posições na partida.

    Desde cedo que os três da frente se destacaram, acabando Brad Binder e Dani Pedrosa ficando em “terra de ninguém”, atrás destes surgiam Viñales e Oliveira que traziam consigo o restante pelotão, encabeçado por Marc Marquéz. Com o avançar da corrida, Binder cai e fica Pedrosa sozinho, Viñales destaca-se em relação a Miguel Oliveira que fica a batalhar com Marc Marquéz.

    No final, o ritmo de Jorge Martín tornou-se impossível de acompanhar e fica sozinho na frente da corrida, enquanto Bagnaia e Bezzecchi lutam pela segunda posição, o italiano da Ducati, claramente em dificuldades físicas, acaba por perder a segunda posição, mas agarra-se com toda a força à terceira e consegue manter, Dani Pedrosa, na quarta posição, apesar das tentativas de aproximação do espanhol.

    Miguel Oliveira conseguiu vencer a sua batalha frente a Marc Marquéz ficando em sexto lugar, aproveitando a queda de Brad Binder, que regressou à corrida para ainda acabar dentro dos pontos. Outros pilotos que caíram foram, Jack Miller, Michele Pirro, Joan Mir e Pol Espargaró.

    PILOTO DO DIA

    Dani Pedrosa – um regresso digno de uma lenda japonesa! O “Pequeno Samurai” levou, os fãs de MotoGP, numa bela viagem de regresso a um passado glorioso. Um incrível quarto lugar, que se tornou ainda mais importante, devido às desastrosas corridas de Jack Miller e Brad Binder. Herói… Lenda… poucos nomes e adjetivos sobram para descrever o quão enorme Dani Pedrosa foi e ainda é no MotoGP.

    DESILUSÃO

    Brad Binder – Com um belo arranque, a sua queda deitou tudo a perder, no entanto, reergueu-se e ainda conseguiu acabar dentro dos pontos, desilusão para os fãs, mas uma bela amostra da capacidade de luta do piloto sul africano da KTM.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Hubert Hurkacz confirmado no Estoril Open 2024

    Hubert Hurkacz está de volta a Portugal. O tenista...

    Sporting comunica morte da antiga futebolista Filipa Mandeiro

    Morreu Filipa Mandeiro. A antiga jogadora de Futebol do...

    Barcelona de olho em promessa do River Plate

    O Barcelona está atento à evolução de Franco Mastantuono....
    João Magalhães
    João Magalhães
    Desde pequeno a seguir Futebol, Fórmula 1 e MotoGP, apaixonado pelo desporto, com Licenciatura em Gestão do Desporto e com o grau um de Treinador de Futebol. Ambicioso, lutador e sempre com vontade de saber mais, espera tornar o desporto mais simples e ainda mais interessante para os seus leitores.