Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho modalidadesA primeira corrida vai acontecer apenas a 26 de Março porém, para alguns, a época de 2017 já começou em Valência, para outros, começou em Sepang. No BnR, começa agora.

Acredito que será, provavelmente, a temporada de MotoGP mais imprevisível de sempre. Não só pelas trocas de pilotos e equipas, como pelas novas marcas, mas também pelas questões técnicas. Mais imprevisível apenas seria possível se, por exemplo, existisse um novo circuito.

Mas vamos ao que interessa: os pilotos e as suas equipas.

A Honda continua com a mesma equipa desde 2013, com o campeão em título Marc Marquez e o seu companheiro Dani Pedrosa. Existe uma grande expectativa para se perceber o que a equipa HRC irá trazer a esta nova temporada, sendo que o foco está na aceleração da nova RC213V.

A LCR Honda apostará apenas em Cal Crutchlow, o único piloto de apoio à Honda oficial. Fazendo ainda parte da Honda, a Marc VDS Racing Team perdeu o seu chefe de equipa, Cristian Gabarrini, para a Ducati, e será Ramon Aurin o seu substituto. Jack Miller e Tito Rabat serão os pilotos oficiais.

Equipa Honda: #93 Marc Marquez e #26 Dani Pedrosa Fonte: Honda
Equipa Honda: #93 Marc Marquez e #26 Dani Pedrosa
Fonte: Honda
Anúncio Publicitário

Na Yamaha, Valentino Rossi mantém-se por mais uma época, em busca do seu 10º título mundial, a contracenar, com Maverick Viñales, campeão Moto3 em 2013 e que tão bem pilotou a Suzuki no ano passado. Por enquanto, o ambiente na equipa está bem mais tranquilo, desde a saída de Jorge Lorenzo.

O campeão de Moto2 da época passada, Johann Zarco, e o seu colega Jonas Folger (ambos estreantes em MotoGP) ficarão aos comandos na equipa Monster Yamaha Tech 3.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários