A CORRIDA: SEGUREM O ENEA BASTIANINI

Penúltima corrida em território italiano, desta feita e San Marino e novamente com Pecco Bagnaia a assumir a pole position no grid, no seguimento de mais um fim de semana brilhante em termos de qualificação registando novamente um recorde de volta em pista e tendo sido o mesmo, sem grandes surpresas, quem conquistou o holeshot.

Foi exibida bandeira amarela ainda numa fase precoce deste Grande Prémio, ao rookie espanhol Jorge Martin, que caiu ao passar na curva 14, no setor 3, num momento em que lutava pela 3ª posição com Quartararo.

Anúncio Publicitário

Luca Marini sofreu uma long lap penalty na volta número 11 por ter cortado caminho na curva 1.

A grande surpresa da corrida foi definitivamente Enea Bastianini, o rookie italiano e ex campeão do Moto 2, que foi veloz e competitivo durante todo o GP.

Jorge Martin abandonou a corrida em San Marino depois de ter sido informado que deveria cumprir uma segunda long lap penalty que mesmo que cumprisse, o iria impossibilitar de pontuar neste GP.

Na volta 14 e depois de muita insistência do líder do campeonato, Fabio Quartararo consegue finalmente ultrapassar Jack Miller cuja estratégia nesta corrida passava por ser uma espécie de escudo do parceiro Pecco Bagnaia, tentando assegurar a segunda vitória seguida para a construtora italiana.

O oito vezes campeão mundial Marc Márquez começou a corrida na 4.ª posição, mas esteve aquém das expectativas sentindo algumas dificuldades, sendo ultrapassado pelo surpreendente Bastianini e o compatriota da Suzuki, Alex Rins.

Com o decorrer da corrida ocorreram mais duas quedas, uma na curva 4, queda de Iker Lecuona e uma outra no setor 1, que ditou o abandono de corrida por parte de Alex Rins.

Na volta 19 um grande momento na corrida, Enea Bastianini que tinha feito voltas mais rápidas de forma consecutiva, protagonizou uma magnífica ultrapassagem pelo australiano da Ducati, assumindo assim o último lugar do pódio.

Este GP de Misano, em San Marino, foi uma autêntica fotocópia ao do fim de semana anterior, tendo o Fabio Quartararo passado pelo mesmo que o espanhol da Honda, Marc Márquez, estando continuamente a morder os calcanhares de Francesco Bagnaia mas novamente o motor da Ducati a fazer a diferença, qualidade essa aliada ao talento de Pecco.

Enea Bastianini celebrou efusivamente este seu primeiro pódio na categoria rainha e foi dos pilotos mais rápidos em pista durante toda a corrida.

Terminado este GP San Marino a luta pelo campeonato ficou ligeiramente mais animada tendo Bagnaia conquistado cinco pontos a Fabio Quartararo. O piloto português, Miguel Oliveira arrancou da 21ª posição e terminou a corrida no 20º lugar.

 

FIGURA DO DIA:

Fonte: Twitter Avintia Esponsorama Racing

Enea Bastianini – O rookie italiano roubou as atenções deste GP de San Marino ao ter desempenhado uma excelente corrida em território italiano em frente aos seus fãs e tendo somado assim o seu primeiro pódio da carreira na categoria rainha e logo num traçado tão competitivo como o do Misano World Circuit.

 

DESILUSÃO DO DIA:

Fonte: Twitter Pramac Racing

Jorge Martin – Voltou a abandonar mais uma prova devido a uma queda, desta vez quando estava na luta pelo pódio com Quartararo, ainda numa fase inicial da corrida, o que já se sucedeu diversas vezes neste que é o ano de estreia do piloto da Pramac Racing, deixando sempre os seus fãs com uma sensação de insatisfação pois o piloto não consegue ir até ao fim com as suas boas exibições.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome