Anterior1 de 3Próximo

O UFC 237 teve lugar no Rio de Janeiro, Brasil. O combate principal foi pelo título de peso-palha e Jéssica Andrade nocauteou Rose Namajunas de forma brutal. Anderson Silva perdeu por KO técnico ao não poder continuar a luta depois de levar com um pontapé na perna direita de Jared Cannonier. Alex Volkanovski venceu José Aldo por decisão e pode estar a um passo do combate pelo título. A Luta da Noite foi o combate pelo título; as Performances da Noite foram para Warlley Alves e Jéssica Andrade.

A campeã Rose Namajunas aceitou o difícil desafio em defender o título em território inimigo. A luta contra Jéssica Andrade era perigosa por vários motivos. Primeiro pelo facto de ser no Brasil, país natal de Andrade. Depois pelas características da adversária: mais forte fisicamente e com elevado poder de KO.

Rose entrava neste combate com três vitórias consecutivas frente a Michelle Waterson e duas contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk. Admitiu que pretendia defender o título em território hostil para continuar a enfrentar os seus medos. É uma striker excelente, muito rápida e muito técnica. Beneficia de ser muito inteligente dentro do octógono e ter sempre um plano bem definido.

Jéssica Andrade lutava pelo título pela segunda vez. Da primeira perdeu uma decisão unânime com Joanna Jedrzejczyk no UFC 211. Agora estava melhor preparada e pronta para vencer em “casa”. A brasileira vinha de três vitórias seguidas frente a Claudia Gadelha, Tecia Torres e Karolina Kowalkiewicz. É marcada pela força física, pelo poder de KO, mas também por ter um bom grappling.

Namajunas entrou bem no primeiro round. Móvel, a lançar muitos golpes à distância e a ser muito eficaz no strike. Conseguiu inclusive mandar Andrade ao tapete com um joelho, quando recuava de uma tentativa de projeção.
Jéssica Andrade conseguiu pegar na campeã de forma brutal e fez um enorme slam.

Na segunda ronda Namajunas estava a continuar a jogar bem, com o mesmo plano. Andrade entrou mais agressiva que no primeiro round, mas a campeã estava a dominar no aspeto do strike. Até que chegou o momento da luta: Andrade pega novamente em Namajunas acima da cabeça e aplica um poderoso slam. Namajunas caiu de pescoço e ficou imediatamente inconsciente.

O poderoso slam que nocauteou Namajunas
Fonte: UFC

Na conferência pós-combate Andrade demonstrou interesse em ter uma desforra com Namajunas, mas esta referiu que planeava fazer algo diferente com a sua vida. Neste caso a possibilidade mais forte será a luta entre Andrade e Michelle Waterson.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários