Anterior1 de 2Próximo

O UFC 243 teve lugar em Melbourne, na Austrália, e bateu-se mesmo um recorde de audiência ao vivo com 57127 espectadores, que não perderam este evento. Israel Adesanya nocauteou Robert Whittaker e tornou-se campeão de peso-médio; Dan Hooker teve uma brilhante performance contra Al Iaquinta; e o luso-cabo-verdiano Yorgan De Castro venceu com um KO, que lhe valeu o prémio de Performance da Noite.

Robert Whittaker vs Israel Adesanya

Melbourne nunca desilude. O antigo recorde de audiência era também na cidade, na altura do combate entre Ronda Rousey e Holly Holm. Agora cerca de 58 mil espectadores foram à Marvel Arena para ver Robert Whittaker defender o seu título contra Israel Adesanya.

Whittaker nunca tinha perdido na divisão de peso-médio, e vinha de duas batalhas frente a Yoel Romero. Após uns problemas de saúde, estava de volta para defender o seu título.

Anúncio Publicitário

Adesanya estreou-se no UFC há um ano e meio e, após brilhantes performances, tinha a sua chance pelo título.

No primeiro round vimos logo o plano de Whittaker. Ele avançava mais que Adesanya, procurava lançar golpes pouco ortodoxos e finalizar a sequência com um golpe forte. Adesanya foi percebendo e geriu muito bem a distância, ao ponto dos golpes de Whittaker não lhe acertarem. Foi lançando mãos em contra-ataque, quando saía das entradas de Whittaker, e quase apagou o campeão no fim do round.

Whittaker entrou no segundo round com intenção de pressionar mais e encurtar distância para Adesanya. Conseguiu entrar na distância do adversário e acertar uma direita. Mas Adesanya conseguiu esquivar-se e acertou dois golpes que nocautearam Whittaker.

Adesanya festeja a vitória sobre Whittaker
Fonte: UFC

Al Iaquinta vs Dan Hooker

Dois lutadores da divisão de peso-leve que estavam a subir nos rankings da categoria. Al Iaquinta vinha de uma derrota contra Donald Cerrone, mas teve boas exibições frente a Khabib Nurmagomedov e Kevin Lee.

Depois da derrota com Edson Barboza, Dan Hooker voltou para nocautear numa ronda James Vick e estava pronto para se cimentar como um dos nomes fortes da divisão.

Na primeira ronda, Hooker esteve melhor no strike a lançar muitos golpes e, de longe, a conseguir gerir muito bem a distância. Iaquinta não conseguia chegar ao adversário para acertar golpes. Hooker conseguiu inverter uma projeção, ficando por cima, e no chão lançou várias cotoveladas, estando muito tempo com um triângulo de corpo.

No segundo round, Iaquinta conseguiu entrar mais vezes na distância e acertar mais golpes, mas no chão o domínio foi de Hooker. Este ainda acertou um cruzado de direita que levou Iaquinta ao tapete.

No terceiro round, Iaquinta continuou a tentar encurtar distância, mas Hooker saía muito bem de distância de strike e contra-atacava com muita eficácia.

Hooker acerta um direto em Iaquinta
Fonte: UFC

No final os juízes atribuíram a vitória a Dan Hooker, por decisão unânime (30-26; 30-27 x2).

Anterior1 de 2Próximo

Comentários