O UFC 250 realizou-se ontem no UFC Apex, em Las Vegas. Amanda Nunes teve uma das suas melhores exibições e defendeu, pela primeira vez, o título de peso-pena feminino. Cody Garbrandt está de volta às vitórias com um KO espetacular.

Amanda Nunes vs Felicia Spencer

Felicia Spencer conseguiu uma chance pelo título de peso-pena feminino, após uma vitória no primeiro round frente a Zarah Fairn. A única verdadeira concorrente numa divisão com poucas atletas teve à sua frente a campeã – e uma das melhores de sempre – Amanda Nunes, que vinha numa sequência de dez vitórias.

O combate foi até aos cinco rounds, e Nunes controlou todos eles. Logo no primeiro, após lançar bons golpes, projetou Spencer e fez um corte na lateral da cabeça com fortes cotovelos. A luta foi maioriamente em pé, e Nunes mostrou ser muito difícil de vencer. Lançou golpes variados, precisos e muito fortes, e quase finalizou Spencer no quarto assalto.

No final, foi declarada a vencedora por decisão unânime, após uma exibição dominante. Fica a nota para Felicia Spencer, que mostrou muita garra e aguentou mais pancada do que qualquer outra adversária de Nunes.

Anúncio Publicitário

Raphael Assunção vs Cody Garbrandt

Depois de três derrotas consecutivas, o antigo campeão de peso-galo, Cody Garbrandt, precisava urgentemente de voltar às vitórias. À sua frente, tinha um adversário difícil em Assunção, que estava no n.º 5 do ranking, mas que vinha de três derrotas.

Cody entrou mais calmo e ponderado, a procurar lançar golpes em contra-ataque, e ser mais paciente no seu jogo. Assunção lançou um pouco mais, mas os golpes não tiveram grande impacto. Já no segundo assalto, Assunção foi para a frente e procurou lançar mais, mas, a terminar a ronda, Garbrandt acertou um cruzado de direita que apagou por completo Raphael Assunção.

Aljamain Sterling vs Cory Sandhagen

Talvez os dois lutadores da divisão de peso-galo em melhor forma. Sterling vinha de quatro vitórias consecutivas, enquanto Sandhagen já não perdia há sete combates.

O combate em si não mostrou o equilíbrio a nível de qualidade que há entre ambos lutadores. Sterling rapidamente apanhou as costas do adversário, conseguindo levá-lo para o chão, fazendo-lhe depois um mata-leão. Finalizou Sandhagen por submissão em apenas um minuto e 28 segundos.

Comentários