Anterior1 de 2Próximo

Foi a sexta vez que o UFC realizou um evento na China. Desta vez, a cidade escolhida foi Shenzhen. No combate principal Weili Zhang tornou-se na primeira campeã chinesa ao nocautear Jessica Andrade em apenas 52 segundos. Jingliang nocauteou, após uma excelente performance, Elizeu dos Santos no terceiro assalto.

Jessica Andrade vs Weili Zhang

O combate principal da noite tinha muita importância a nível de marketing para o UFC. Caso Zhang vencesse tornar-se-ia na primeira campeã chinesa da história da promoção. Isto traria imensa atenção desse país para o UFC e também novos fãs.

Jessica Andrade fazia a sua primeira defesa de título, depois de nocautear Rose Namajunas em maio.

Com apenas três combates no UFC, Weili Zhang conseguiu uma chance pelo título. Apesar de ser a #6 no ranking da divisão de peso-palha, a escolha pareceu acertada devido ao local do evento.

Zhang entrou agressiva no combate, e acertou cedo um cruzado de direita que abanou Andrade. Numa situação de corpo a corpo a chinesa lançou vários cotovelos e joelhos. Conseguiu finalizar a sequência com outro cruzado de direita e terminou dessa forma o combate.

Zhang celebra ser a nova campeã
Fonte: UFC

Dois dias após a vitória, Zhang foi a mais pesquisada na China, foi das mais mencionadas nas redes sociais do país com cerca de 300 milhões de hashtags e vídeos da luta tiveram cerca de 40 milhões de visualizações no total. Números impressionantes avançados por Dana White, presidente do UFC, no seu Instagram.

Jingliang Li vs Elizeu dos Santos

O combate de Jingliang foi um dos mais antecipados da noite. O estilo de luta do chinês já lhe valeu alguma fama nos EUA, e o público esteve entusiasmado durante o combate: cantaram por ele durante todos os 15 minutos.

Elizeu dos Santos podia ser um lutador para “estragar a festa” a Jingliang. O brasileiro vinha de sete vitórias consecutivas.

No primeiro round Santos lançou golpes variados, a juntar socos e pontapés. Jingliang lançava e acertava socos melhores colocados que o adversário. Conseguiu inclusive uma knockdown com um direto.

No segundo round Jingliang esteve irrepreensível no aspeto da defesa: evitou grande parte dos golpes do adversário através de movimentações de entrar e sair na distância. Sempre que lançou acertou golpes limpos e bem colocados.

O terceiro round foi exímio para Jingliang: novamente esteve muito forte no aspeto da defesa, e foi muito calculista na forma como lançou os golpes. Conseguiu o KO já a 10 segundos do fim, naquilo que foi uma performance fantástica.

Jingliang é declarado vencedor por KO
Fonte: UFC
Anterior1 de 2Próximo

Comentários