Pete Dunne é levado ao limite por Joe Coffey, mas continua campeão 

Este foi, de longe, o combate da noite. Pete Dunne levava 603 dias como UK Champion, mas, devido às últimas semanas, parecia que o seu reinado estava em perigo de terminar às mãos de Joe Coffey.

O início do combate foi controlado por Pete Dunne, que fez uso do seu estilo metódico e sádico para castigar tanto as mãos, como o tornozelo do adversário. Coffey estava em dificuldades. O campeão provou ser um lutador completo ao usar um misto de força, técnica e agilidade.

No entanto, Coffey começava a explodir e usava a sua força para desgastar Dunne. Conseguiu aplicar um boston-crab, um power-slam fora do ringue e uma power-bomb na berma do mesmo. Tudo isto fez com que Dunne se começasse a preocupar com as suas costas, mas também com o seu título.

Anúncio Publicitário

A meio do combate houve um momento incrível com uma troca de cabeçadas entre os dois. Depois, Dunne pegou em Coffey e aplicou o Bitter End. No entanto, o combate não ficaria por aí e, de seguida, Coffey aplicou o Best for the Bells, que quase o coroou como campeão.

Após um segundo Bitter End, Coffey foi inteligentemente para fora do ringue. Depois, subiram os dois ao topo das cordas e Coffey sofreu uma queda feia contra a barreira de proteção. 

De volta ao ringue, Dunne aplicou um terceiro Bitter End, do qual Coffey também escapou! O campeão não perdeu tempo e, de seguida, prendeu a mão de Coffey e quase lhe partiu os dedos até este desistir, terminando assim o combate.

Nota: 8,5/10

Quando este evento histórico parecia ter terminado, começou a tocar uma música. E aí apareceu WALTER. Um lutador sensacional do circuito independente, que fez a sua estreia no NXT UK e já está de olhos postos em Pete Dunne. Esta foi a forma perfeita de terminar um ótimo evento, deixando os fãs a pedirem por mais NXT UK TakeOvers.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: WWE