Anterior1 de 3

Chegamos então à atual “era” da WWE. Durante estas seis Wrestlemania, a WWE insistiu imenso em Roman Reigns, que participou no main-event por quatro anos consecutivos. Depois, em plena pandemia, parece ter encontrado em Drew McIntyre o maior babyface genuíno dos últimos anos e ainda tivemos o primeiro main-event feminino de sempre.

Olhemos então para o principal destaque das seis Wrestlemanias mais recentes.

31.

Wrestlemania 31: O Roubo do Século – Após um grande combate entre Roman Reigns e Brock Lesnar, Seth Rollins veio ao ringue fazer o cash-in da sua mala Money in The Bank. Depois de dois Curb Stomps, fez o pin em Reigns e tornou-se WWE Champion.

Anúncio Publicitário

Foi uma maneira brilhante, inacreditável e memorável de terminar com a Wrestlemania.

32.

Wrestlemania 32: Charlotte Flair vs Sasha Banks vs Becky Lynch – Considerado uma Wrestlemania desapontante, o melhor combate do evento foi este Triple Threat pelo novo WWE Women’s Championship.

Flair, Banks e Lynch estiveram no seu melhor e protagonizaram um combate digno de Wrestlemania. A vencedora foi a “Queen” Charlotte, que foi coroada como a cara da “Women’s Revolution”.

Anterior1 de 3