Cabeçalho modalidadesIt´s time to shake things up around here”, anunciou Mr. McMahon, no episódio de 3 de abril do Raw. O presidente afirmou que o Superstar Shake Up iria ter lugar nos episódios de 10 e 11 de abril do RAW e Smackdown Live.

Foi a solução encontrada para agitar ambos os planteis, imediatamente após a Wrestlemania 33, que deixou visíveis as marcas de transformação necessárias para a nova época que agora começa. Nesse sentido, analisarei o Superstar Shake Up, falando do seu impacto e importância. Não vou analisar todas as trocas, apenas as mais sonantes.

Mr. McMahon é o presidente da WWE Fonte: WWE
Mr. McMahon é o presidente da WWE
Fonte: WWE

WWE RAW:

A primeira de duas noites do Superstar Shake Up decorreu no Monday Night Raw. No total, foram efetuadas 12 trocas, entre superstars do Raw, Smackdown, NXT e comentadores.

Começando pelo menos importante, a troca de Apollo Crews, Curt Hawkins, Kalisto, Heath Slater e Rhyno. Não há muito a dizer, é um bocado irrelevante a marca em que estão, já que há partida não serão muito utilizados. O que é uma pena, pelo menos para Apollo Crews, que tem bastante potencial, mas que, infelizmente, não é utilizado da maneira como devia.

Anúncio Publicitário

De seguida, as trocas de Byron Saxton por David Otunga. Já era esperado que a WWE fosse mexer na mesa de comentadores, por isso não me surpreende. Também é irrelevante quem troca, daí que o anúncio tenha sido feito através das redes sociais.

Em terceiro lugar, destaco a subida de Elias Samson. Já estava a contar, devido à derrota para Kassius Ohno, em que o perdedor abandonaria o NXT. Elias acabou por perder, e a subida à marca vermelha é a perfeita justificação para tal ter acontecido. Espero que seja uma excelente passagem pelo Raw e que seja devidamente utilizado. Há que encontrar uma justificação para todo o investimento feito com a personagem, e que essa justificação se encontre num futuro próximo. Por alguma razão, subiu numa altura tão importante para a WWE. E eu estou curioso para ver como tudo se vai processar quanto à personagem.

Em último lugar, entramos nas trocas mais interessantes e surpreendentes da noite. Falo de Alexa Bliss, Mickie James, The Miz, Maryse, Dean Ambrose e Bray Wyatt, que deixam assim o Smackdown Live.

Dean Ambrose estragou a "estreia" de The Miz e Maryse Fonte: WWE
Dean Ambrose estragou a “estreia” de The Miz e Maryse
Fonte: WWE

Começando pela divisão feminina, não estava nada a contar. Falava-se que Alexa iria rumar ao Raw, e a forma como foi anunciada foi magnífica. Numa promo em que todos queriam o heel turn de Sasha Banks, tocar a música de Alexa Bliss foi mágico! Foi muito bom, e Alexa merece, sem dúvida alguma! Espero que continuem o investimento com a personagem, e que não se perca agora que está no Raw.

Quando a Mickie James, também foi inesperado, mas justifica-se. Alexa Bliss deixou algumas situações pendentes, e uma delas foi com Mickie. Por isso, não me espanta a troca, de modo a que a rivalidade continue.

The Miz, Maryse e Dean Ambrose foram trocas igualmente surpreendentes. Não percebi o porquê de Miz e Maryse aparecerem disfarçados de John Cena e Nikki Bella. Se vão mudar de brand, qual a necessidade de retomarem a história que tinham no Smackdown? Nenhuma, já que é uma nova realidade para ambas as personagens.

A interrupção de Dean Ambrose foi inesperada. Deu a entender que os títulos de mid card iriam trocar de brands, e assim foi. Nesse sentido, foi uma excelente aquisição para o Raw.

Bray Wyatt surpreendeu os fãs da WWE Fonte: WWE
Bray Wyatt surpreendeu os fãs da WWE
Fonte: WWE

Por último, a troca que ninguém pensava que fosse acontecer! Mais ainda do que todas as outras que destaquei. Bray Wyatt faz agora parte do Monday Night Raw!

Sinceramente, esperava que fosse AJ Styles a trocar de brand, segundo recentes rumores. Nesse sentido, se trocaram Styles por Wyatt, justifica-se a escolha, e até entendo, uma vez que a rivalidade entre Orton e Wyatt está perto do fim. Apesar de terem combate marcado pelo título no Payback, será interessante de ver se Wyatt leva o WWE Championship para o Raw. Mas que foi inesperado, lá isso foi!