Anterior1 de 5Próximo

O Extreme Rules 2019 será recordado como um evento sólido que fez jus ao seu nome. Vários combates foram acima da média e foram coroados vários campeões ao longo da noite.

Apesar do final ter sido algo desapontante, espero que acabe por resultar na construção de uma nova estrela.

Nota do evento: 7/10

Undertaker regressa com uma vitória

Roman Reigns entrou com todo o gás e dominou com facilidade Shane McMahon. De seguida, Undertaker entrou em ringue e mostrou estar numa forma que não era vista há muito tempo. Conseguiu até aplicar o oldschool e um legdrop na berma do ringue.

Mas bastou Elias envolver-se para que McIntyre e Shane ganhassem vantagem. Primeiro castigaram Romam e depois focaram-se no Deadman, com Shane a aplicar um elbowdrop através da mesa de comentários e um Coast to Coast.

No entanto, quando Reigns recuperou, aplicou o Spear no escocês e Undertaker pegou no filho do patrão e aplicou o Tombstone para a vitória.

De destacar a forma com que Undertaker se apresentou, a melhor dos seus últimos combates.

Nota do combate: 7/10

Os Revival continuam Raw Tag Team Champions

Os Usos começaram melhor, mas os Revival dominaram grande parte do combate devido ao excelente trabalho de equipa de Dash e Dawson.

Quando Jimmy Uso entrou em combate, o ritmo aumentou exponencialmente e todos os lutadores tiveram a oportunidade de brilhar. Os Revival quase conseguiram a vitória com um superplex seguido do splash, mas Jey salvou o combate para a sua equipa.

Mas os Revival vencerem este belo combate após aplicarem o Shattered Machine e conseguiram uma excelente vitória sobre os seus maiores adversários.

Anterior1 de 5Próximo

Comentários