Cabeçalho modalidades

O SL Benfica perdeu hoje à tarde o seu jogo alusivo às meias-finais contra os russos do Ugra Yugorzk. Foi um jogo sempre pautado pelo grande equilíbrio entre as duas formações e por alguns erros defensivos dos encarnados, que minaram quaisquer hipóteses de poder ganhar o jogo antes do imprevisível desempate da marca de seis metros, na qual apenas Rafael Hemni desperdiçou a respetiva conversão, pese embora a defesa do guardião suplente, que vestiu assim a pele de herói após a expulsão do guarda-redes principal, no tempo regulamentar, por mão fora da área.

O Benfica fez uma primeira parte muito personalizada. Esteve muito bem no processo defensivo e a contra-atacar sempre com qualidade e critério, conforme se viu no único golo do encontro na primeira metade: um lance resultante de uma bela jogada, superiormente finalizada por Chaguinha. Chegávamos assim ao intervalo com um parcial favorável às águias de 1-0, num jogo bem disputado e onde a vantagem portuguesa parecia adequar-se ao que se observava no encontro. Na segunda parte, porém, tudo mudou, com uma entrada mais condizente com o valor do forte conjunto do Leste Europeu e em simultâneo com um relativo abaixamento da equipa orientada por Joel Rocha, mostrando alguma displicência e os já citados erros e desatenções a nível defensivo, começando logo bem cedo com o golo do empate nos segundos iniciais.

Com o resultado empatado, o SL Benfica teve uma oportunidade de ouro para ganhar de novo vantagem no marcador, com o cartão vermelho direto mostrado ao guarda-redes do Ugra Kupatadze e consequentes dois minutos em superioridade numérica, onde infelizmente só há uma situação de verdadeiro perigo a registar, curiosamente a favor dos russos. Pouco depois, uma desatenção enorme da defensiva benfiquista permitiu a Signev aparecer completamente solto para dar a vantagem e consumar a reviravolta no marcador. Alessandro Patias empatou pouco depois na marcação de um livre direto, empate esse que não durou praticamente tempo nenhum, pois logo na jogada seguinte Afanasyev voltou a dar vantagem ao conjunto russo.

Patias foi o grande destaque do jogo do lado das águias ao apontar um bis  Fonte: UEFA
Patias foi o grande destaque do jogo do lado das águias ao apontar um bis
Fonte: UEFA

Como os encarnados não são equipa de desistir à primeira contrariedade, Jefferson conseguiu empatar a cerca de dois minutos e meio do fim do tempo regulamentar e logrou levar o jogo a prolongamento. Nesse momento, o conjunto lisboeta começou a ganhar vantagem com um tiro indefensável de Patias para fazer o seu segundo no encontro nos primeiros segundos mas, pouco depois, o Ugra marcou o seu quarto golo e levou o encontro para a decisão pela marca das grandes penalidades, onde o conjunto estreante nesta competição foi mais forte e mereceu ganhar, para no domingo ir defrontar o Inter Movistar na final, que derrotou o Pescara por 4-2 na outra meia-final.

Anúncio Publicitário

Quanto ao Benfica, resta-lhe a disputa pelos terceiro e quarto lugares com os italianos do Pescara, para ainda poder discutir a medalha de bronze. Apesar de a motivação já não ser a mesma que era aquando da discussão deste jogo, este tem de ser encarado com a máxima seriedade e com a ambição de sempre.

Foto de Capa: UEFA

Comentários