O FC Barcelona iniciou a época de 2019/2020 com o objetivo de ganhar as quatro competições em que estava envolvido – três nacionais (Taça de Espanha, Taça do Rei e Campeonato Espanhol) e uma internacional (UEFA Futsal Champions League). A verdade é que o primeiro fim-de-semana de março já permitiu à equipa “blaugrana” colecionar mais um título – o primeiro na temporada -, aumentando assim o seu vasto palmarés na modalidade.

O FC Barcelona venceu na final o ElPozo Murcia por 2-1 e conquistou a Taça de Espanha, levando para Catalunha a quarta taça na sua história. Uma partida que ficou marcada pela excelente exibição tanto do pivô brasileiro Ferrão, fundamental nos dois golos e o melhor da partida, como de Juanjo, o antigo guarda-redes do SL Benfica, que teve uma tarde de luxo, só mesmo ao nível dos melhores.

Contudo, vemo-nos deparados com a seguinte situação: o FC Barcelona continua ainda em três competições, que já vão numa fase muito adiantada na época, e tem possibilidade de conquistar todas. A situação já não é nova para a equipa de Barcelona, pois, na época de 2011/12, venceu as mesmas quatro competições em que esteve envolvida. Porém, repetir a façanha seria de fazer inveja aos rivais.

Juanjo, Paco Sedano e Dídac Plana (da esq. para a dir.) a exibirem o troféu conquistado em Valência
Fonte: FC Barcelona

Quanto às provas a eliminar, a equipa “culé” está nas meias-finais da Taça do Rei de Espanha e da UEFA Futsal Champions League. Na prova nacional, Ribera Navarra, Inter Movistar ou Jaén Paraíso Interior são as formações que, a par de FC Barcelona, estão ainda a sonhar com o troféu. Na competição internacional, que não vence há cinco anos, o “Barça” vai defrontar o anfitrião Kairat Almaty nas meias-finais. Um desafio que não se avizinha fácil por ser no Cazaquistão, país do seu primeiro adversário na competição.

Na liga espanhola, à jornada 24 da fase regular, vai liderando com um ponto de vantagem sob o segundo classificado, ElPozo Murcia. Com seis jogos ainda para completar a fase regular, será importante para o FC Barcelona manter-se líder para que assim tenha a vantagem de jogar em casa em jogos decisivos nos play-off.

Os “culés” não vencem o campeonato desde 2013 e as últimas três edições perderam na final contra o grande rival, Inter Movistar. Pode ser que o ditado esteja errado e seja mesmo possível vencer à quarta tentativa. Os dados históricos são sempre algo relativos, porém, sempre que o FC Barcelona venceu a Taça de Espanha (2011, 2012, 2013), venceu também o campeonato.

O plantel “blaugrana” é muito experiente, assemelhando-se quase a uma mina de ouro. Esquerdinha, Sergio Lozano, Ferrão ou Juanjo são exemplos de nomes que fazem parte deste conjunto de luxo, que permite ainda sonhar com o pleno de troféus. A meta de vencer quatro títulos (sendo um internacional) numa época é audaciosa, mas um troféu já está e paira a grande questão: é possível vencer tudo de novo?

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: FC Barcelona

Comentários