cab futsal

Desde a última vez que aqui escrevi, há um jogo que claramente se destaca dos demais, que diz respeito ao duelo que pôs frente-a-frente o Sporting CP e o SC Braga AAUM, na quarta-feira passada. E foi (mais) um hino ao futsal, onde a incerteza pairou até ao final da partida. Quem aproveitou o resultado deste jogo (terminou empatado 2-2) para se isolar ainda mais na liderança foi o SL Benfica, que capitalizou mais uma vitória no fim-de-semana ante o Belenenses (5-1) para assim manter o pleno de triunfos, quando já estão disputadas nove jornadas, com o Benfica ainda a ter um jogo em atraso com a Burinhosa.

Mas durante o passado fim-de-semana houve mais uma jornada, neste caso a nona, que não registou surpresas de maior, com a lógica a predominar em praticamente todos os jogos. No dérbi lisboeta entre SL Benfica e Belenenses/Express Glass, os encarnados impuseram-se com um triunfo por cinco bolas a uma, num jogo onde as águias foram dominantes e materializaram o seu domínio numa vitória gorda no seu reduto, perante um adversário que batalhou bastante com as suas armas para inverter o rumo dos acontecimentos, mas que no fim sucumbiu e viu o rival aumentar naturalmente o marcador. O Sporting conseguiu redimir-se do empate caseiro a meio da semana com uma vitória expressiva (2-6) alcançada no Porto, perante o Boavista. Um triunfo inequívoco da turma de Nuno Dias, que, tal como o Benfica, dominou a seu bel-prazer o rumo dos acontecimentos e foi assinando uma exibição segura, vendo o resultado avolumar-se com tranquilidade, apesar de o Boavista ter aberto o marcador.

Vitória em homenagem a Ricardo Lobão
Vitória em homenagem a Ricardo Lobão

O Sporting de Braga também regressou às vitórias, com um triunfo em Vila do Conde, na casa do Rio Ave, por 1-5. Este resultado não espelha as enormes dificuldades sentidas pelos bracarenses, que foram para o intervalo a perder por 1-0; no entanto, uma etapa complementar bem conseguida dos guerreiros do Minho valeu uma vitória folgada e o consolidar da terceira posição na tabela classificativa, agora com três pontos de vantagem sobre o SL Olivais, que empatou 2-2 no Fundão e confirma assim o bom arranque no campeonato, quando já nos aproximamos rapidamente do término da primeira metade da fase regular. Apesar de eu considerar que um empate no Fundão não é um mau resultado, o certo é que o quinto, Burinhosa, se aproxima do quarto posto, com uma vitória sofrida em casa perante a Quinta dos Lombos, por 2-1. Já só está a um ponto do SL Olivais e, em caso de vitória no jogo em atraso, pode trocar de posições e saltar para o quarto lugar.

Logo a seguir, em sexto, está o Modicus, que derrotou o CS São João por 4-2 e consolidou a sua posição no “top 8” da tabela, ao passo que a formação derrotada se afunda cada vez mais na classificação, estando já a quatro pontos de sair do último lugar. Isto porque a formação dos Leões de Porto Salvo, na estreia do técnico Rodrigo Pais de Almeida, derrotou copiosamente o Gualtar por 5-1, numa exibição de “raiva” dos Leões, que no fim dedicaram a vitória ao treinador que na semana que passou se demitiu, Ricardo Lobão. Vamos ver se é desta que a equipa de Porto Salvo arrepia caminho e volta aos lugares que, por mérito próprio, tem alcançado ao longo destes últimos anos.

Anúncio Publicitário

Imagens retiradas do futsalglobal.com