cab futsal

Primeiro vou falar sobre um assunto já habitual nas minhas colunas semanais, isto é, o resumo da jornada da Liga Sport Zone de futsal, o principal escalão do nosso país. Atendendo ao que se tinha visto há menos de um mês, na Supertaça, as expectativas no que concerne ao jogo entre o SL Benfica e a AD Fundão estavam bastante elevadas. E, para não variar, a partida que decorreu no passado fim-de-semana no Pavilhão Municipal do Fundão não as defraudou em nada. Foi um duelo emocionante, com bons golos, muita emoção e alguma polémica à mistura, que começou com o Benfica a dominar as operações e a criar algumas situações de perigo, embora desta feita o Fundão se mostrasse bem mais atrevido do que na Supertaça, repartindo as ocasiões de perigo com os encarnados.

Até que, aos cinco minutos, e após uma bela jogada coletiva das “águias “, Ré aparece solto à entrada da área, conseguindo desfeitear Iogo Barro e inaugurar assim o marcador. Depois vem a fase turbulenta do jogo, com dois lances polémicos na área do Benfica; primeiro, com cerca de 10 minutos no encontro, Alessandro Patias toca com a mão na bola e o árbitro não tem dúvidas em apontar para a marca de grande penalidade, mas pouco depois voltou atrás na decisão. Não deu para perceber o que o árbitro assinalou, por isso não me vou alongar mais; e, pouco depois, o guarda-redes Juanjo toca com as mãos na bola no limite da área e recebe cartão amarelo. Ora, vendo a repetição várias vezes, dá a sensação de que o GR benfiquista está no limite da área, logo dentro. A polémica está na cor do cartão a mostrar a Juanjo, que caso o juiz da partida entenda que o guardião espanhol comete infracção, é automaticamente vermelho. Voltando ao encontro, eis que aos 13 minutos Tiago Soares empata, num contra-ataque rápido, em que a bola embateu no guarda-redes encarnado e entrou lentamente na baliza do Benfica. Perto do intervalo, o golo de Fernando Wilhelm, que desempatou o jogo a favor das “águias”. O jogo manteve este resultado até quase ao fim, altura em que Alessandro Patias aproveita o 5×4 da turma beirã para marcar o golo que resolve o jogo e fixa o resultado final, 1-3 a favor do Sport Lisboa e Benfica.

O Sporting entrou a perder mas conseguiu dar a volta Fonte: Facebook Futsal Sporting
O Sporting entrou a perder mas conseguiu dar a volta
Fonte: Facebook Futsal Sporting

De resto, destaque para a vitória natural do Sporting Clube de Portugal frente ao Modicus por 7-1, apesar de ter começado a perder, com um golo de Gabriel. Mas, a partir daí, notou-se bem a diferença de andamento entre as duas formações e o avolumar do resultado registou-se de forma natural. O Sporting Clube de Braga venceu a Quinta dos Lombos por 4-0, com um triunfo construído por inteiro na segunda metade; entre os 22 e os 27 minutos surgiram todos os 4 golos bracarenses.

Os Leões de Porto Salvo foram surpreendidos em casa pela Burinhosa, equipa do distrito de Leiria, que foi até aos arredores de Lisboa vencer por 1-3. Destaque também para a campanha 100% vitoriosa do SL Olivais, que partilha a liderança com o SL Benfica, e que nesta jornada foi vencer a Coimbra, no reduto do CS São João (4-7). O Belenenses logrou vencer no terreno do Gualtar, por 3-5. A equipa do distrito de Braga partilha a lanterna vermelha com o CS São João, com três derrotas em outros tantos jogos, e, embora ainda haja bastante tempo para recuperar, não é claramente uma posição cómoda para se estar. Finalmente, empate entre Rio Ave e Boavista, com a turma de Vila do Conde a somar o seu primeiro ponto nesta edição do campeonato.

Anúncio Publicitário

Foto de capa: Facebook do Benfica

Comentários