Este fim-de-semana decorreu a «Liguilha» de acesso ao principal escalão da primeira divisão do futsal nacional. Muito se jogava, nomeadamente o sonho de muitas equipas de acederem ao escalão máximo português e como tal a carga emocional inerente a estes duelos era enorme.

Para mim, não só como amante da modalidade mas também como orgulhoso ribatejano (oriundo de Tomar) tinha mais um motivo de interesse: o possível acesso do Sport Club Ferreira do Zêzere ao voo mais alto e à companhia dos grandes clubes portugueses.

O percurso ao longo desta temporada 2019/20, agora finda, indiciava que o clube ferreirense era uma das equipas mais fortes e partia com algum favoritismo para tentar a subida de divisão. Começou esta prova de acesso com uma vitória expressiva e convincente sobre o Rio Ave FC (7-2), equipa de Vila Do Conde, ficando a apenas uma vitória do grande objetivo e sonho de todas as gentes de Ferreira.

Para subir de divisão, “bastava” eliminar mais um clube oriundo do concelho vila-condense, neste caso o ADCR Caxinas, líder da série B aquando da interrupção, assim como o Ferreira do Zêzere na série D. O desafio, na teoria, previa-se muito complicado, mas o emblema da AF Santarém podia sonhar e tinha toda a legitimidade para o fazer, ainda para mais tendo em conta que a «liguilha» se disputava precisamente no Ribatejo, no pavilhão municipal de Torres Novas.

Anúncio Publicitário

Quem quer que perdesse este encontro sairia desolado, pois é sempre duro chegar até ao fim e “morrer na praia”. Previa-se um jogo decidido nos detalhes e foi precisamente isso que aconteceu, calhando ao emblema nortenho a felicidade de se juntar aos melhores clubes portugueses da modalidade (2-1).

Treino do ADCR Caxinas antes do jogo decisivo com o SC Ferreira do Zêzere
Fonte: ADCR Caxinas

Atenção, nada contra o ADCR Caxinas, clube que também fez por merecer e como tal irá disputar o escalão máximo com todo o mérito. Para além de endereçar as minhas sinceras felicitações aos caxineiros e ao outro vencedor desta «Liguilha», o Dínamo Sanjoanense, que derrotou na outra eliminatória de acesso o Nun’Álvares (5-1), aproveito também para desejar a maior das sortes nesta estreia na principal liga em Portugal e que seja uma ótima competição a todos os níveis e com a presença de público já nesta época, caso a Pandemia evolua de forma favorável.

Quanto ao Sport Club Ferreira do Zêzere, mais cedo ou mais tarde creio que vai chegar ao topo, é preciso é calma e manter a esperança e a qualidade da equipa, algo que ficou bem evidente aos olhos de todos.

Foto de Capa: Sport Clube Ferreira do Zêzere