cab futsal

Por acaso até é um tanto ou quanto mentirosa, esta frase; dado que sou fanático do Benfica, é complicado gostar muito de leõezinhos. No entanto, eis que me aparecem uns leõezinhos de que eu até nem desgosto, além dos meus queridos amigos sportinguistas: os Leões de Porto Salvo! O Clube Desportivo Leões de Porto Salvo tem lutado para ganhar um lugar no meu coração (eu sei que eles jogam só para me agradar), e, até agora, estão a conseguir. Pesquisei o nome do clube no Google e descobri que a sede da equipa é numa rua chamada Basílio TELES.

Ora, eu gosto de jogos com muitos golos, de equipas que jogam ao ataque e que dão espectáculo, e chamo-me Pedro TELES. Agora digam-me que estes leõezinhos não existem para me agradar. Moral da história, esta equipa de quem pouco se esperava está a intrometer-se nas contas do campeonato; já empatou com um potencial vencedor (o meu Benfica) e perdeu com os outros leões do campeonato, o Sporting. Mas foi isto, perderam e empataram contra os dois rivais da segunda circular que têm dominado o futsal nacional nos últimos anos; de resto, só têm volumosas vitórias. Em 8 jogos marcaram 54 golos… 54! Nem os outros Leões, que são campeões nacionais, têm tantos golos marcados – eu diria que era impressionante, mas isso sou eu!

Outra equipa que me anda a piscar o olho desde que começou o campeonato, embora eu não vá na sua cantiga, é o Sporting Clube Vila Verde (é impressionante o facto de que os clubes são todos “inspirados” no Sporting Clube de Portugal… ou será que é da famosa canção do Caetano Veloso, que lançou uma onda de “leõezinhos”?).
Ora o Vila Verde tem tido uma brilhante prestação no campeonato, com umas fantásticas 7 derrotas em 7 jogos, com tareias dignas de Inatel. A única diferença era mesmo o número de braços e pernas partidas.
Por um lado apetece-me receber estas tentativas de engate por parte do clube de braços abertos, visto que eles cumprem uma das premissas! Premeiam-me sempre com golos; já vos disse que gostava de jogos com golos, agora, acho mais interessante é quando os marcam, não quando os sofrem.

O que é engraçado é que vocês leram isto tudo e nem se lembraram de que o Benfica perdeu 6-3 e eu não fiz referência, mesmo quando o devia ter feito. Pois bem, deve-se ao meu recente romance com os leõezinhos do campeonato. Já dizia o outro: “Gosto muito de você, leãozinho, para desentristecer leãozinho”.

Anúncio Publicitário