Cabeçalho modalidades

No passado fim-de-semana tiveram lugar as meias-finais da fase dos play-offs do campeonato nacional, em que pudemos assistir a bons espetáculos e a grandes duelos entre os quatro primeiros classificados da fase regular, e em cima disso até tivemos uma grande surpresa a suceder em Braga, com o Sporting local a bater os leões de Lisboa, com 2-1 na marcação de grandes penalidades após um empate a duas bolas no tempo regulamentar e prolongamento, contando com uma grande ajuda do guardião Vítor Hugo, podendo já no próximo sábado garantir a qualificação para a final em caso de vitória no Pavilhão Multiusos de Odivelas.

Caso isso não venha a acontecer e o Sporting CP imponha a sua lei na casa emprestada, enquanto o pavilhão João Rocha não está terminado, então é certo que tudo se resolverá no dia seguinte, novamente nos arredores da capital. Este triunfo dos minhotos é ainda mais histórico porque é a primeira vez que os guerreiros conseguem ganhar um jogo nesta fase da prova. É inclusivamente a terceira época consecutiva que leões e arsenalistas se encontram na semifinal, com o resultado nos anos anteriores a registar, obviamente, um dois-zero favorável aos verde e brancos.

 Claramente o herói do jogo, o guarda-redes Vítor Hugo  Fonte: SC Braga
Claramente o herói do jogo, o guarda-redes Vítor Hugo
Fonte: SC Braga

Por estas e por outras é que o resultado de domingo é surpreendente, apesar de só se ter resolvido na lotaria das penalidades e de o facto de o jogo ser no covil dos arsenalistas atenuar um pouco essa surpresa, pois já há duas épocas atrás um jogo tinha sido resolvido no mesmo sítio já tinha sido resolvido de igual forma, cabendo nesse ano a sorte à equipa sportinguista. Isto para realçar a enorme dificuldade que as equipas sentem a jogar no campo bracarense, normalmente bem composto em termos de público para auxiliar os jogadores e assim dificultar ainda mais a vida a quem por lá passa.

Falando em apoio massivo da audiência, o SL Benfica conseguiu sair em vantagem no confronto com a formação da Burinhosa, ganhando por seis golos a dois na Aldeia do Futsal, selando em caso de vitória no próximo jogo o desejado apuramento para a final, ou mesmo que não consiga à primeira oportunidade, ainda tem outra ocasião, ambas no pavilhão da Luz, para poder alcançar a eliminatória decisiva para apurar o campeão.

É certo que as eliminatórias só se decidem no próximo fim-de-semana, e sobretudo a disputa entre o Sporting e o Sporting de Braga ainda está longe de estar concluída, isto sem querer “enterrar” já a formação da freguesia de Pataias, que pode perfeitamente fazer uma gracinha e tombar o gigante, forçando a um terceiro e decisivo encontro.

Foto de capa: SL Benfica

Comentários