jogadoresqueadmiro

Num mundo tão vasto quanto o do desporto, quantos foram, até hoje, os atletas que passaram vinte anos das suas carreiras no mesmo clube? Quantos foram os atletas que recusaram, por diversas vezes, propostas mais aliciantes, de ligas e/ou clubes mais poderosos? Quantos foram os atletas que entraram em campo, a cada jogo, sempre com o mesmo entusiasmo e espírito de sacrifício? Muito poucos, seguramente; a nível pessoal apenas conheço um: João Benedito, antigo convidado do programa de rádio do Bola na Rede.

No Sporting desde 1994, onde chegou em idade ainda júnior, João Benedito apenas se ausentou do clube durante uma época: em 2006/2007, quando aceitou a proposta dos espanhóis do Playas Castellón. Na despedida do clube de Alvalade, marcada por muitas lágrimas de parte a parte, João Benedito prometeria o regresso, que aconteceria logo na época seguinte.

A partir daí o capitão leonino fez questão de definir bem o seu trajecto, afastando sempre a mais pequena hipótese de transferência para qualquer outro clube. Actualmente, a maior batalha que tem travado é com o pendurar das chuteiras, uma vez que já tem 37 anos e, por muito que custe a qualquer adepto de futsal, a verdade é que o fim de carreira já se avizinha.

oão Benedito estará, aos 37 anos, muito próximo de terminar a carreira Fonte: Facebook do João Benedito
João Benedito estará, aos 37 anos, muito próximo de terminar a carreira
Fonte: Facebook do João Benedito

João Benedito é o exemplo perfeito de um excelente desportista, sportinguista e ser humano. Enquanto desportista, desde cedo que começou a contagiar tudo e todos com a sua garra e a sua dedicação à modalidade, tornando-se um verdadeiro líder, capaz de cativar qualquer um no pior dos seus dias, o que, a aliar a toda a sua qualidade, marcou, de forma profunda, o futsal nacional. A sua veia sportinguista também se faz notar das mais variadas formas; o próprio não se coíbe de mostrar o orgulho que sente por ser capitão do seu clube de coração, deixando orgulhosos todos os sportinguistas, bem cientes de que atletas devotos como o capitão da sua equipa de futsal existem muito poucos actualmente.

Anúncio Publicitário

Por último, mas não menos importante, é um verdadeiro gentleman, dotado de um raro desportivismo que marcou toda a sua carreira. Defendendo sempre os seus interesses e os do clube, João Benedito nunca teve qualquer declaração polémica, privilegiando sempre o respeito e o fair-play, entre selecções, equipas e jogadores.

O jogador que ninguém, seja de que clube for, consegue odiar. João Benedito é um exemplo para todos, dentro e fora das quatro linhas. Um verdadeiro ídolo, o que escasseia nos tempos modernos.

Foto de Capa: Facebook de João Benedito

Comentários