Cabeçalho modalidadesNeste fim-de-semana tivemos jornada dupla no pavilhão da Luz, após dois encontros muito desgastantes no fim-de-semana passado que deram uma vitória para cada lado, e era certo que só haveria campeão caso uma das equipas conseguisse ganhar os dois jogos, caso contrário ia ser necessário um quinto e decisivo jogo.

Certo é que o Sporting Clube de Portugal conseguiu assegurar hoje, na casa do seu grande rival, o título de campeão nacional e o pleno nas provas em que teve possibilidade de disputar na presente época (campeonato nacional, Taça da Liga e Taça de Portugal). Foi por duplo 1-2 que ficaram fechados o terceiro e o quarto jogos, permitindo aos leões celebrarem esta conquista em pavilhão alheio, confirmando que a forte aposta em jogadores italo-brasileiros, como por exemplo Fortino, Cavinato ou Alex Merlim, assim como o recrutamento do guardião Marcão, conhecedor da realidade portuguesa, fruto das suas passagens por Belenenses e Benfica, foi uma aposta certeira, na medida em que permitiu ao Sporting recuperar a hegemonia em termos nacionais.

Três contratações que vieram acrescentar qualidade ao plantel (Merlim, Fortino e Cavinato) Fonte: Sporting CP
Três contratações que vieram acrescentar qualidade ao plantel (Merlim, Fortino e Cavinato)
Fonte: Sporting CP

Resta saber qual será a abordagem leonina ao mercado de transferências para saber se vão continuar a apostar forte no sentido de tentarem conquistar um inédito título europeu, ao mesmo tempo que tentará conquistar todos os títulos em Portugal, visto que este ano só faltou mesmo a Supertaça. Em relação à justiça do título verde e branco, penso que não há muito a dizer, o Sporting CP provou durante toda a temporada que era a equipa mais forte no nosso país, as estatísticas falam por si, e além disso não se pode pôr em causa o glorioso trabalho do treinador Nuno Dias, que foi sem dúvida alguma um dos grandes responsáveis por esta época magnifica, pois transformou os jogadores que lhe chegaram às mãos, que já tinham grande valor individual, mas logrou mudar a mentalidade dos seus pupilos para os transformar na equipa mais forte de Portugal.

O treinador dos encarnados, Joel Rocha, também merece uma menção honrosa, pois meteu a equipa a jogar um futsal bem mais acutilante que na época anterior, só que do outro lado estava um adversário totalmente modificado para melhor. Para mim, gostei bastante de ver o SL Benfica a assumir o encontro, algo que na época anterior era bem mais complicado. Portanto, aproveito para dar os meus mais sinceros parabéns ao Sporting Clube de Portugal por levar o troféu para casa, mas também ao Sport Lisboa e Benfica por ser um digno vencido e por ter obrigado o Sporting a dar o seu melhor para ganhar este campeonato.

Só é pena o play-off não ser decidido apenas no quinto e último encontro, pois era um prémio justo para o Benfica, mas em Setembro haverá mais competições, com o regresso das competições nacionais e com o mundial, na Colômbia.

Anúncio Publicitário

 Foto de Capa: Sporting CP

Comentários