Não havendo retoma do campeonato português de Futsal, há, no entanto, boas notícias para os nossos jogadores presentes no principal escalão de Espanha (LNFS). A pandemia obrigou à realização de um play-off entre os oito primeiros classificados disputadas a apenas uma mão, em terreno neutro. Esta solução deixaria antever muitas surpresas no que concerne ao apuramento para o jogo final pela imprevisibilidade de apenas um encontro e pela longuíssima paragem enfrentada.

À partida, não olhando para a tabela classificativa aquando da paragem, os maiores candidatos, a par do Inter Movistar FS, eram os clubes que na época anterior se tinham qualificado para a final do campeonato, o FC Barcelona e o ElPozo Murcia FS. Pois bem, os representantes espanhóis na Liga dos Campeões de Futsal foram logo eliminados na fase inicial (os quartos-de-final), baralhando – e de que maneira! – as contas para apurar os representantes nacionais na versão 2020/21 da principal competição continental de clubes.

O empate bastava ao Barça, porém, a três segundos do final acabou surpreendido pelo UD Levante

Voltando ao foco principal deste artigo, é certo que teremos um português a festejar no final, pois os apurados são o Inter Movistar FS (Ricardinho) e o Viña Albali Valdepeñas (Edu Sousa), numa final marcada o próximo dia 30, em Málaga. Olhando para a situação da tabela quando o campeonato foi interrompido, cumpriu-se o que a classificação ditava, com a exceção do segundo classificado, o FC Barcelona, surpreendido pelo sétimo posicionado UD Levante.

O Inter Movistar FS e o Viña Albali Valdepeñas eram, respetivamente, primeiro e terceiro classificados na fase regular da LNFS. Este final de temporada fica claramente manchado pela ausência de Ricardinho destes últimos jogos, já com clube para a próxima temporada (ACCS Futsal Club) e com troca de acusações entre o jogador e o presidente do clube com o qual ele tem contrato até ao último dia deste mês.

Anúncio Publicitário

Por isso, é uma despedida triste e injusta para um elemento fundamental nos muitos títulos conquistados ao serviço do emblema madrileno. Por isso, irei torcer pela equipa de Edu Sousa, que está pela primeira vez numa final, e acho que era um prémio justo para coroar uma temporada brilhante do mais que provável presente e futuro das redes portuguesas, pois ele apenas tem 23 anos!

O guarda-redes português continua em grande forma e já tinha “prometido” dar luta neste play-off da LNFS

Mas teremos que esperar até terça-feira para saber quem será o campeão espanhol. Não teremos logo os representantes da UEFA Futsal Champions League – que à partida seriam os finalistas – pois esta decisão está dependente dos resultados na edição deste ano, ou seja, caso uma equipa espanhola ganhe o troféu, aí só o campeão espanhol se qualifica juntamente com o campeão continental.

Foto de Capa: RFEF

Comentários