Em Buenos Aires, Portugal conseguiu mais um feito notável e que devia ser motivo de orgulho para todos os portugueses espalhados pelo mundo, ainda para mais numa modalidade que eu tenho o privilégio de poder acompanhar com regularidade, o futsal. 

Num torneio perfeito, com seis vitórias em igual número de jogos, batemos na final o conjunto asiático do Japão por quatro bolas a uma, numa final onde se antecipava desde cedo uma final entre as duas equipas mais fortes do torneio, Portugal e Espanha, só que o Japão estragou a possibilidade de um encontro ibérico no jogo decisivo ao surpreender os nossos vizinhos com uma vitória por três a dois na meia-final, enquanto que nós chegámos ao jogo decisivo com uma vitória contundente sobre a Bolívia por esclarecedores 16-2. 

Para trás tinha ficado a fase de grupos, onde a nossa seleção averbou três triunfos expressivos sobre o Chile (15-2), República Dominicana (14-0) e Camarões (6-0) e uma vitória menos robusta frente aos nossos futuros adversários no último jogo (2-0). Tudo somado, saímos da capital Argentina com o primeiro ouro de sempre em Jogos Olímpicos da Juventude e com um goal-average impressionante (em seis jogos, 57(!) golos marcados – média de 9,5 golos por jogo-  e apenas 5 golos consentidos -0,83 por partida – e com a melhor marcadora destacada da competição, com um total de 21 tentos apontados, Fifó.

Aqui fica uma fotografia da equipa responsável por trazer o ouro para Portugal

Fonte: Comité Olímpico de Portugal

Mais do que todas estas conquistas maravilhosas que este grupo de atletas soberbas averbou, deu-nos a garantia plena de que esta geração de futsalistas promete muito e que temos equipa para continuar a encher o nosso povo de orgulho. Porque, mais uma vez, não é só o futebol que nos dá grandes alegrias, e estas guerreiras merecem todo o nosso apreço e gratidão. 

Não podendo fazer este agradecimento de outra maneira , faço através deste artigo: muito obrigado, meninas! Desfrutem deste momento porque vocês conseguiram algo inédito e que nunca irá ser apagado da história, por muitas medalhas que possamos conquistar: vocês trouxeram o primeiro ouro de sempre nesta competição, em futsal feminino sub-19.

Não é uma competição tão mediática como os Jogos Olímpicos de Verão, porque não o é, mas é um indicador maravilhoso para os anos que se seguem, quem sabe podermos num futuro não muito distante lutar nos Jogos Olímpicos por medalhas nesta modalidade, sendo para isso necessário que o futsal seja incluído no programa olímpico, algo que tendo em atenção a globalização deste desporto e o número crescente de seguidores em todo o mundo, não deve tardar muito.

Foto de Capa: Comité Olímpico de Portugal

Comentários