Já se iniciou a fase decisiva do campeonato nacional da primeira divisão do futsal português, nomeadamente com a realização dos jogos referentes aos quartos-de-final e não houve qualquer tipo de surpresa, com os quatro primeiros classificados da fase regular a seguirem para as semifinais, e apenas uma das quatro eliminatórias a ser decididas em terceiro jogo, mas já lá iremos.

Em primeiro lugar, vou falar sobre a vitória esperada e natural do Sporting Clube de Portugal sobre o oitavo classificado, o CCRD Burinhosa. Pese embora o parcial de 2-0 favorável aos leões, a equipa de Pataias bateu-se muito bem nos dois jogos, tendo inclusivamente forçado um prolongamento no segundo jogo, em pleno pavilhão João Rocha, pertencente ao atual bicampeão nacional. Inclusivamente chegou-se a pensar que poderia haver uma surpresa, pois a “bury” entrou muito forte e decidida no encontro, chegando ao intervalo a vencer 0-1.

Logo no início da segunda metade os verde e brancos reagiram, só que a Burinhosa voltou a alcançar a vantagem, desta feita 1-2. Os italo-brasileiros Cavinato (já tinha apontado o primeiro da sua equipa) e Fortino ainda viraram o resultado para 3-2, só que Filipinho ( já depois de Porfyrio ter abanado as redes contrárias por duas vezes) forçou mais dez minutos de jogo, onde os comandados de Nuno Dias finalmente levaram a melhor, com mais um golo de Cavinato e outro de Pany Varela, fixando o placard final em cinco três e descansando os adeptos leoninos.

Na próxima fase, o Sporting CP enfrenta o MODICUS, que sofreu muito para eliminar a Desportiva do Fundão, na eliminatória que se antevia mais imprevisível e equilibrada.

Anúncio Publicitário
Nas meias-finais, o Sporting enfrenta o MODICUS, em dois (ou três, se necessário) jogos muito equilibrados
Fonte: SCP Futsal

A teoria, desta feita, confirmou-se, com os emblemas a ganharem os jogos nos seus respetivos pavilhões, só sendo selado o apuramento da formação de Sandim no prolongamento do terceiro e decisivo jogo, numa negra onde os nortenhos contaram com um inspirado Joel Queiroz, autor do golo que levou o jogo para tempo extra e de outro nos dez minutos suplementares, golo esse que consumaria o virar do jogo favorável aos homens da casa, o MODICUS, que conforme já disse vai jogar contra o Sporting na fase seguinte.

A outra meia-final discute-se entre Sport Lisboa e Benfica e Sporting Clube de Braga, apurados após levarem de vencida respetivamente a Quinta dos Lombos e o Futsal Azeméis, em jogos relativamente tranquilos, pese embora a equipa de Azeméis ter pregado um valente susto aos guerreiros do minho, forçando a equipa bracarense a um prolongamento no primeiro jogo, em solo oliveirense. Mas nos dez minutos extra a formação de Paulo Tavares não se deixou surpreender e ganhou por 4-6, confirmando com um expressivo 7-0 em casa.

O triunfo dos encarnados foi um pouco mais tranquilo, com o play-off a cair para o lado das águias nos 80 minutos regulamentares, com um resultado apertado de quatro bolas a duas em terreno alheio e uma vitória mais expressiva de 6-1 no pavilhão da Luz, para selar um reencontro com os bracarenses nas meias-finais, onde o SLB procura vingar a derrota nesta mesma fase da temporada passada. 

Foto de Capa: SLB Modalidades