Cabeçalho modalidadesA partir da próxima época, 2017/2018, irá haver um prémio para os três países com melhor ranking europeu de Futsal, presenteando-os com duas vagas na UEFA Futsal Cup. E uma vez que Portugal está entre esse lote, ocupando neste momento o terceiro lugar, apenas atrás da Rússia e da Espanha e à frente, entre outras, da Itália, está garantido que teremos dois representantes já na próxima edição.

Não é inédito, pois na temporada 2010/11, SL Benfica e Sporting CP tiveram acesso à competição pois as águias eram os campeões europeus em título no decorrer dessa época. Caso isso agora suceda, isto é, caso uma equipa russa, espanhola ou portuguesa triunfe na Liga dos Campeões de Futsal, existe uma vaga suplementar para o quarto classificado, a Itália, que leva também dois clubes. Parece-me uma medida que visa recompensar alguns países tais como Portugal, Itália, Ucrânia, Azerbaijão, para que lutem ainda com mais motivação pelo lugar mais baixo do pódio para no fim da época poderem ter essa benesse. Até porque não fazia grande sentido o líder do ranking ter tantas vagas como o último classificado, no meu entender.

Bem sei que entram em fases diferentes, com base no coeficiente de cada país, mas mesmo assim não me parecia justa a distinção. Assim parece-me já bem mais ajustado e não estou somente a dizer isto porque o nosso país beneficia com esta situação; mesmo em termos de participantes podemos ter algumas novidades, já que vão os dois finalistas da Liga Sport Zone e já tivemos equipas como a Desportiva do Fundão, o Sporting de Braga ou a Burinhosa, nestes últimos anos, a tentarem chegar à final dos play-offs e a dificultarem muito a vida aos grandes de Lisboa, embora nestes anos mais recentes só o Fundão tenha chegado aos jogos decisivos do campeonato, perdendo na temporada 2013/14 para o Sporting depois de tombar o Benfica nas meias-finais.

É bastante complicado igualar o feito de Joel Rocha em 2013/14, mas não é impossível Fonte: Jornal do Fundão
É bastante complicado igualar o feito de Joel Rocha em 2013/14, mas não é impossível
Fonte: Jornal do Fundão

Com isto o que eu quero dizer é que as equipas mais “pequenas” vão dar tudo para se apurarem para a final, sabendo que isso lhes garante desde logo a entrada na principal prova de clubes da UEFA em Futsal, a menos que percam a final com o Benfica e o Sporting seja campeão europeu. Mas isso são contas de outro rosário e certamente que teremos oportunidade de voltar a falar neste tema.

Foto de capa: manchester futsal

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários