No Pavilhão Multiusos de Gondomar, no Porto, vão estar as quatro melhores seleções femininas de futsal. Estarão na luta por aquele que será o primeiro europeu desta modalidade, no contexto feminino. Portugal, Espanha, Rússia e Ucrânia são as equipas que chegaram até esta fase final e apenas uma será consagrada como a melhor da Europa.

Para chegar a esta fase final, as seleções passaram por uma ronda de qualificação, que é já habitual nas competições da UEFA. A equipa espanhola ultrapassou, com alguma facilidade, os seus adversários no grupo 1 e somou três vitórias em três jogos. A seleção das Quinas teve a mesma prestação que as nuestras hermanas e acabou a fase de qualificação com nove pontos. Espanha e Portugal acabaram esta primeira fase com os mesmos pontos (nove) e os mesmos golos marcados (26) e sofridos (um).

As duas equipas do leste europeu, Rússia e Ucrânia, passaram com dificuldade os seus respetivos grupos, mas conseguiram alcançar um lugar na tão desejada final four, em Gondomar. A equipa russa venceu o seu grupo com sete pontos, enquanto que a seleção ucraniana, que também fez sete pontos, passou somente pela diferença de golos – mais quatro do que a seleção húngara.

A seleção das Quinas tenta ser a primeira equipa a vencer a UEFA Women’s Futsal EURO e tenta escrever mais uma bela página no futsal português
Fonte: FPF

O sorteio ditou que Rússia e Espanha são as primeiras seleções a entrar em cena e a mostrar o seu talento na quadra. Já no segundo jogo, Portugal defronta a Ucrânia numa partida que deve contar com casa cheia para apoiar a seleção portuguesa.

Por ser a primeira vez que esta competição se irá realizar, as quatro seleções vão estar mais do que motivadas no que diz respeito a jogar para ganhar, e dificilmente alguma deverá apresentar-se como grande favorita a vencer o torneio.

A seleção das Quinas, devido ao facto de ser a anfitriã da UEFA Women’s Futsal EURO, poderá sentir uma pressão acrescida para corresponder às expetativas. Porém, ter um pavilhão cheio a cantar a uma só voz “a Portuguesa” e a apoiar a equipa durante os 40 minutos pode constituir um fator de motivação extra para as atletas nacionais.

O desejo é o de que Portugal vença esta competição, tornando-se a primeira seleção feminina a levantar o mais prestigiado troféu da UEFA. Deste modo, poderíamos ser, também, a primeira seleção europeia a ter lado a lado os troféus do europeu feminino e do masculino, que já foi ganho em 2018 na Eslovénia. Enquanto for possível sonhar, sonharemos, mas façam com que seja possível que este sonho… se torne realidade.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: UEFA

Comentários