A primeira divisão de futsal irá perder uma das suas grandes referências dos últimos anos: Pedro Cary confirmou a sua saída para o Fútbol Emotion Zaragoza. Depois de nove anos nos “leões”, o Ala português vai jogar em Espanha. Teve a “sorte” de poder sair em grande do Sporting Clube de Portugal, com o título de campeão europeu de clubes conquistado em abril passado.

Serve por isso este pequeno texto para relembrar a carreira brilhante deste incrível jogador, enumerando os troféus conquistados com a camisola leonina envergada.

Começou a sua carreira na zona de onde é natural (Algarve) com passagens pelo Louletano, Falcões e Benfica de Loulé. Cary iniciou a sua carreira sénior ao serviço do Fontainhas, também um clube algarvio, mas da cidade de Albufeira. Daí teve uma primeira passagem pelo estrangeiro, em 2006/07, nos espanhóis do Melilla FS. Na temporada que se seguiu deu o salto para um dos maiores clubes desportivos em Portugal, o CF “os Belenenses”, onde permaneceu durante três épocas.

Em 2010/11 deu o grande passo rumo ao estrelato, ao concluir a sua transferência para o Sporting CP. Aquando desta movimentação, poucos ou nenhuns “sportinguistas” sabiam que o emblema leonino tinha acabado de comprar um dos melhores jogadores de sempre do futsal em Portugal. Foram nove anos brilhantes, em que o Ala algarvio ganhou tudo o que era possível em Portugal, coroados com a conquista da Liga dos Campeões no Cazaquistão.

Pedro Cary deixa o Sporting CP com a conquista da tão desejada Liga dos Campeões de futsal
Fonte: SCP Modalidades
Durante as suas épocas ao serviço do Sporting CP, o jogador foi muito importante pela influência em muitos golos e jogadas que originaram desequilíbrios a favor do seu clube. Foi fundamental para a conquista de 19 troféus nacionais e internacionais pelos leões (seis campeonatos nacionais, seis taças de Portugal, uma taça da Liga, cinco supertaças nacionais e um troféu europeu).

Não vou obviamente falar do campeonato da Europa ganho pela seleção portuguesa, porque o jogador ainda tem muito para dar ao nosso país. Vai continuar numa liga ultracompetitiva como é a espanhola. Aliás, um dos melhores campeonatos mundiais e, com 35 anos, ainda terá mais alguns anos, quem sabe, para poder conseguir mais alguma conquista pelo nosso país.

Foto de Capa: FPF

Comentários