cab futsal

Terminado o Campeonato Europeu de Futsal, de onde se destaca o honroso quarto lugar obtido pela seleção portuguesa, está na hora de voltarmo-nos a concentrar nas competições internas. Salta de imediato à vista o sorteio dos oitavos de final da Taça de Portugal, que junta neste momento as 16 equipas ainda com hipóteses de conquistar o segundo troféu mais importante do futsal português.

Alinhamento dos oitavos:

Anúncio Publicitário

Gualtar x Dramático de Cascais
Feirense x Modicus
Fundão x AM Portela
Leões de Porto Salvo x Belenenses
ACR Vale de Cambra x Sp. Braga/AAUM
Burinhosa x Unidos Pinheirense
AMSAC x Benfica
Igreja Velha x Arsenal Parada

 

Sporting CP, vencedor da anterior edição da Taça Fonte: RTP
Sporting CP, vencedor da anterior edição da Taça
Fonte: RTP

Olhando rapidamente para os oito jogos, posso concluir que o jogo “grande” desta fase é, sem dúvida, o embate que põe frente a frente o LPS e o Belenenses, disputado na casa dos Leões. Para além de ser o único embate entre equipas do escalão máximo, estamos na presença de duas equipas muito interessantes, que ocupam, respetivamente, o quarto e o sexto lugar na tabela classificativa do campeonato.

Para além disso, é de destacar a visita do Benfica a Loures, para defrontar o AMSAC, do segundo escalão. O Braga tem, também, uma deslocação complicada a Vale de Cambra, perante uma equipa que tem feito um campeonato interessante na segunda divisão (atualmente, no sexto lugar da série B). O Modicus defronta o Feirense, que milita na terceira divisão e que não vai contar com o seu treinador no banco, que se viu envolvido numa mediática polémica. Perto do fim do jogo frente ao Nelas, que estava empatado a quatro golos, o treinador interveio de forma ostentiva e deliberada no jogo, com o intuito de travar um contra-ataque perigoso do seu oponente. Uma atitude reprovável do técnico, que rasteirou o seu adversário.

A imagem da atitude vergonhosa de Joaquim Augusto Fonte: Record
A imagem da atitude vergonhosa de Joaquim Augusto
Fonte: Record

O Dramático de Cascais desloca-se ao distrito de Braga, onde irá defrontar o Gualtar, e, por fim, a AD Fundão recebe a AM Portela. Teremos, pelo menos, duas equipas de escalões inferiores na próxima ronda, dado que a Burinhosa recebe, em Alcobaça, o Unidos Pinheirense. Por fim, a única equipa da distrital ainda em prova, a Igreja Nova, recebe o Arsenal Parada.

Em termos teóricos, as equipas do principal escalão têm grande favoritismo. Mas não convém relaxar, porque já na ronda anterior tivemos diversas surpresas, com o afastamento de sete equipas do principal escalão. Mesmo algumas das equipas que passaram, como, por exemplo, o Benfica, sentiram enormes dificuldades para levar de vencida um adversário teoricamente acessível. Resta-nos, então, aguardar pela disputa destes jogos, no fim de semana de 22 de fevereiro, sendo antecedidos por uma jornada de campeonato, que regressa no dia 14, com a visita do lanterna-vermelha ao campo do campeão nacional em título. Falo, naturalmente, do jogo entre Vila Verde e Sporting, que é disputado na casa dos Leões, o Pavilhão Paz e Amizade.