Anúncio Publicitário

SL Benfica 3-1 SC Braga, na modalidade futsal para o artigo do bola na rede

SL Benfica 3-1 SC Braga
A CRÓNICA: JOGO INTENSO, MAS VITÓRIA JUSTA PARA OS ENCARNADOS

Neste jogo, em que havia a curiosidade de ver como o SC Braga reagia no seu primeiro jogo grande da época após o reforço e o grande investimento feito nesta nova temporada, com a contratação de jogadores de inegável qualidade.

Muitos dos quais de regresso a uma casa que bem conhecem, casos do pivot Elisandro, Fábio Cecílio, Vítor Hugo( guarda-redes português, pois há na equipa bracarense um jogador brasileiro, de campo, com o mesmo nome) e seria também o caso de Tiago Brito, caso pudesse jogar no dia de hoje.

Anúncio Publicitário

Ambas as equipas somaram uma vitória e uma derrota nas duas jornadas já realizadas, procurando agora a segunda vitória e a escalada na tabela. A melhor entrada na partida coube ao SL Benfica, apesar de algum perigo criado pelo seu adversário, com o primeiro golo na partida, bem cedo no encontro, através de um contra-ataque bem finalizado por Robinho. SL Benfica 3-1 SC Braga

Nos minutos que se seguiram viu-se claramente uma equipa do SL Benfica ainda a consolidar processos, algo normal visto que o treinador espanhol Pulpis apenas iniciou o seu trajeto em Portugal nesta temporada e não teve a maioria dos jogadores à sua disposição, presentes no Campeonato do Mundo que terminou no início deste mês, mas mesmo assim o ascendente do encontro pertenceu aos encarnados.

De notar que também o Braga sofreu do mesmo “mal”, embora em menor número. Continuava a ótima exibição do guarda-redes arsenalista Leandro, com muitas defesas de grau do dificuldade médio/elevado, mas nos segundos finais nada conseguiu fazer perante o remate de Jacaré, após solicitação com a mão de Diego Roncaglio.

Culpas para a defesa forasteira na maneira como falhou a marcação ao jogador brasileiro e permitiu o seu golo de forma aparentemente fácil.

A vantagem encarnada ao intervalo era assim de dois golos, podendo ser já uma vantagem importante e quiçá decisiva mas ainda faltava a segunda parte, ou seja 20 minutos em que tudo pode acontecer e mudar.

Uma das máximas deste desporto é que tudo está em aberto até ao último segundo e tudo muda num segundo e o jogo, aparentemente controlado pelo Benfica, reabriu completamente com o tento dos bracarenses, após uma perda de bola de Silvestre, finalizado por Serginho.

A segunda parte decorreu normalmente, com muita animação e intensidade, até que nos minutos finais o Benfica aproveitou o guarda-redes avançado do Braga e marcou o terceiro golo, através de uma recuperação de bola e um contra-ataque finalizado pelo jogador russo Chishkala.

Com este tento, o encontro ficou praticamente sentenciado e não houve mais nada de relevante a apontar, sendo de assinalar a enorme competitividade que existe na nossa liga este ano, dado que ainda não tinha abordado este tema, e tenho a convicção que este ano as surpresas vão ser muito mais frequentes e os  candidatos irão perder bastantes pontos em terrenos teoricamente mais acessíveis.

 

A FIGURA

Fonte: Carlos SIlva / Bola na Rede

Robinho – Incrível o que este jogador ainda joga com esta idade, quase 39 anos mas claramente o motor do Benfica. Fez o primeiro golo da tarde e participou em todo o processo  quer defensivo quer ofensivo da formação encarnada.

 

O FORA DE JOGO
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Pola – Ainda se está a adaptar à sua nova equipa, é um facto, mas esperava mais do experiente (33 anos) jogador espanhol. SL Benfica 3-1 SC Braga

 

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

Pulpis apostou sempre no 3×1, isto é, jogo com pivot fixo no ataque, posição ocupada por Fits e por Jacaré. O tempo de trabalho com a formação completa é muito reduzido mas hoje o Benfica realizou um jogo positivo e uma vitória justa.

 

5 INICIAL E PONTUAÇÕES 

Diego Roncaglio (7)

Nilson (7)

Silvestre Ferreira (7)

Afonso Jesus (7)

Fits (8)

SUBS UTILIZADOS

Rómulo (7)

Rafael Hemni (7)

Robinho (8)

Ivan Chishkala (7)

Jacaré (8)

ANÁLISE TÁTICA – SC BRAGA

Bruno Guimarães apostou no mesmo sistema tático do seu homólogo, cabendo esse papel de referência ofensiva a Elisandro, recém naturalizado Georgiano, mesmo a tempo do Euro 2022. Também precisa de mais algum tempo de treino para impor os seus métodos de trabalho, não que  tenha sido contratado para esta temporada, mas a equipa tem muitos reforços e o processo demora a consolidar. SL Benfica 3-1 SC Braga

 

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Leandro Costa (8)

Vítor Hugo (6)

Pola (5)

Serginho (7)

Elisandro (6)

SUBS UTILIZADOS

Vítor Hugo (7)

Fábio Cecílio (6)

Ricardo Lopes (6)

Márcio Reis (6)

Tiago Correia (6)

Rúben Santos (6)

Bruno Soares (6)

Allan Guilherme (6)

Fonte: SL Benfica Modalidades

SL Benfica 3-1 SC Braga

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome