BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

SL Benfica

BnR: O Benfica começou o jogo sem um pivô de raiz com o Fernandinho a puder fazer essa posição e com o Fits a entrar em momento decisivos do jogo. Queria saber se o Benfica joga melhor deste tipo de forma e o que tem a dizer do trabalho dos dois?

Joel Rocha: São jogadores diferentes. O Fits é um jogador muito mais fixo e o Fernandinho muito mais móvel. Ambos foram decisivos nos momentos em que tiveram em campo. O Fits conseguiu segurar a bola e gastou a defesa do Sporting e o Fernandinho foi a mesma função só que obrigou os jogadores do Sporting a correr mais em campo. O que me deixa muito satisfeito é que esse dois argumentos [Fernandinho e Fits a pivô] foram feitos o que foi pedido no momento certo e o rigor com que foram feitos deixa-me também muito satisfeito.

Sporting CP

Anúncio Publicitário

BnR: O SL Benfica teve cinco faltas tanto na primeira como na segunda parte. Acha que esta regra das cinco faltas tem de ser alterada e também o jogo sendo tão agressivo se deveria ter sido marcada uma sexta falta?

Nuno Dias:  Parabéns ao Benfica, porque foi melhor no jogo e acabou por marcou mais golos e é assim que se ganham jogos. O facto de não fazer faltas durante 22 minutos, foi de um rigor defensivo excelente porque quem está a jogar contra o Sporting e não comete uma sexta falta. As regras não têm ser mudadas porque elas estão bem. Mas falta coragem para marcar algumas faltas. Mas parabéns ao Benfica.

Foto de Capa: Carlos Silva/Bola na Rede

artigo revisto por: Ana Ferreira