cab futsal

Eis os resultados da Quarta Eliminatória da Taça de Portugal:

18/1/2014

AM Portela 6-4 Vila Verde
AMSAC 6-2 Lameirinhas
GD Fabril 9-10 Dramático Cascais (após penalties)
Rio Ave 2-5 Sp. Braga
Quiaios 3-4 ACR Vale de Cambra (após prolongamento)
Vinhais 5-8 Leões de Porto Salvo (após prolongamento)
Igreja Velha 4-2 SL Olivais
Burinhosa 5-3 Póvoa Futsal
GS Loures 2-3 SL Benfica

19/1/2014
Gualtar 4-0 Fonsecas Calçada
Sporting CP 5-7 Fundão (após penalties)
Arsenal Parada 5-4 AJAB Tabuaço
Unidos Pinheirense 6-2 Académica
Unidos Leceia 4-5 Feirense
Modicus 1-0 Boavista
Montes Alvorense 1-5 Belenenses

Uma coisa é certa, após se disputarem os 16 jogos referentes à quarta eliminatória da Taça de Portugal em Futsal: vamos ter um vencedor diferente daquele verificado na época passada. Isto porque o campeão em título, Sporting CP, caiu aos pés do Fundão. Mesmo jogando em casa, a equipa de Nuno Dias não conseguiu levar a melhor sobre um Fundão em claro crescimento, comparando com a fase inicial da época. Após os 40 minutos regulamentares, verificava-se um 3-3, sendo que o último golo foi marcado a 30 segundos do fim do tempo regulamentar, por intermédio de Noé Pardo (Fundão). No prolongamento, cada equipa marcou um golo, levando a decisão para a lotaria das grandes penalidades. Aí, a equipa forasteira sorriu e chocou o Pavilhão Paz e Amizade, cuja moldura humana não esperava este desfecho.

Joel Rocha, treinador do Fundão / Fonte: ZeroZero
Joel Rocha, treinador do Fundão / Fonte: ZeroZero

Longe do brilhantismo esteve também o Benfica. Passou, é certo, mas sofreu bastante na visita a Loures, para jogar com o clube local, oriundo do segundo escalão. Um parcial final de 3-2 catapultou a equipa encarnada para os oitavos-de-final, num jogo onde o Benfica jogou “q.b.” para assegurar o apuramento, deixando a nota artística para outra ocasião. Fica também a referência para um Loures extremamente combativo, que esteve a vencer 1-0 e 2-1, tendo o jogo chegado ao intervalo empatado a uma bola.

Em grande plano continua o Braga. Dos três primeiros classificados na tabela, era aquele que aparentava ter a tarefa mais complicada, a par do Sporting, com a agravante de ter de ir jogar fora, no complicado pavilhão de Vila do Conde, para jogar com o Rio Ave. No entanto, um parcial claro de 5-2 serviu para manter o clube minhoto na luta pela conquista do troféu. O principal favorito (Sporting) já não pode reconquistar a taça, e cada vez mais o Braga se perfila como um forte candidato à conquista da Taça de Portugal, estando na “pole position”, a par do Benfica, LPS e, eventualmente, o Fundão.

Do principal escalão, sinal verde para mais quatro equipas: o Leões de Porto Salvo, como é seu apanágio, viveu mais um jogo onde não faltaram golos. Precisou do prolongamento, mas venceu na deslocação a Trás-os-Montes, onde derrotou o Vinhais por 8-5; o Modicus Sandim, que apenas precisou de um golo sem resposta para eliminar o também primodivisionário Boavista; o Belenenses/El Pozo, que venceu tranquilamente em Alvor, no Algarve, por 5-1; e, finalmente, o Dramático de Cascais, que, na deslocação ao Barreiro, eliminou o Fabril por 10-9, após penalties.

Para concluir a análise da participação das equipas da Liga Sport Zone, destaque pela negativa para as quatro formações eliminadas por equipas de escalões inferiores. Em primeiro lugar, a eliminação do SL Olivais, perante uma equipa do escalão distrital da AF Leiria, a Igreja Velha. Um parcial de 4-2 ditou o afastamento da equipa Lisboeta da prova. Depois, a Académica, que foi implacavelmente derrotada no campo do Unidos Pinheirense, por 6-2. A equipa de Coimbra está a passar por uma fase extremamente complicada, com a saída do treinador Tó Coelho e respetivo adjunto, e pela rescisão em massa de jogadores do plantel principal, de onde se destacam Jander e Eskerda, ambos contratados pelo Rio Ave. O “lanterna-vermelha” da competição, Vila Verde, também perdeu na deslocação a Loures, para jogar com a AM Portela (6-4). Por último, o Póvoa Futsal, que perdeu 5-3 no campo da Burinhosa, em Alcobaça.

Comentários