Neste passado fim-de-semana abriram-se as hostilidades no que às meias-finais do play-off do campeonato nacional da primeira divisão de futsal diz respeito, num leque de quatro equipas que repetiam a sua presença nesta fase relativamente ao ano transato.

Apesar de ter havido a natural competitividade e incerteza no marcador final, a verdade é que os dois teóricos favoritos a chegar à final conseguiram vencer o jogo no pavilhão alheio e tem agora duas oportunidades perante os seus adeptos de poder chegar à final, que será, como habitualmente, disputada à melhor de cinco jogos (para se sagrar campeã, uma equipa necessita de vencer três encontros, ao contrário dos dois precisos nos quartos-de-final e meias-finais).

Começando pelo caminho do bicampeão em título, o Sporting Clube de Portugal deslocou-se ao Norte para defrontar o MODICUS, em Sandim e conseguiu adiantar-se na eliminatória graças a uma vitória de 2-0 no reduto dos sandinenses, num jogo em que o italo-brasileiro Alex foi o herói incontornável ao marcar os dois tentos da equipa leonina, um deles em cada uma das partes do jogo.

Já em Braga, o Sport Lisboa e Benfica demonstrou que quer vingar a derrota sofrida nesta mesma fase da última época perante os arsenalistas e vencer o seu rival em terreno alheio. Num jogo marcado pelos confrontos entre adeptos das duas equipas antes do encontro, numa clara demonstração daquilo que o desporto tem de pior e o qual todos lamentamos acontecer hoje em dia num país civilizado. Voltando ao que interessa, ao jogo dentro da quadra, o Benfica venceu os bracarenses por 3-2, num jogo onde os três golos benfiquistas foram apontados por ex-jogadores do SCB, nomeadamente dois de Tiago Brito e um de André Coelho, jogadores que na temporada passada ainda alinhavam no Sporting Clube de Braga e pretendem repetir a presença na final, desta feita com o seu novo clube.

O SL Benfica venceu em Braga e está a apenas uma vitória da final, tal como o Sporting CP

Fonte: SLB modalidades
Anúncio Publicitário

Tudo aponta, então, para que a final do campeonato se discuta entre leões e águias, caso ambas as equipas confirmem o seu favoritismo teórico e aproveitem a vantagem de poder selar o apuramento em sua casa, vencendo pelo menos um dos eventuais dois jogos que se possam ainda disputar. Com esta eventual final, ficam assim atribuídos os passaportes para a próxima edição da UEFA Futsal Cup e fica então prometida uma ronda final escaldante repleta de grandes jogos. Não que Modicus ou Sporting de Braga não dignificassem o seu emblema e tomassem parte ativa no espetáculo da final, mas todos sabemos que um derby é sempre um mundo à parte.

Foto de Capa: Carlos Silva Photography/Bola na Rede

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários