«The Last Dance»: O adeus ao melhor de sempre | Futsal

    Saltando no tempo, viajamos agora até ao ano de 2016 e à cidade de Belgrado. Pelo meio, Portugal foi eliminado nos Quartos de Final do Euro 2012, na Croácia, na mesma fase, no Mundial da Tailândia, que decorreu no mesmo ano e terminou na quarta posição no Europeu de Antuérpia, em 2014. Nestas três competições, o 10 marcou 12 golos em 13 jogos. Voltando à Sérvia, Portugal dececionou e acabou por ficar em segundo no Grupo composto pela seleção da casa e a Eslovénia, lugar que lhe custou a eliminação nos Quartos, diante da Espanha. Apesar da derrota frente à Sérvia, Ricardinho marcou um dos melhores golos de sempre da modalidade e foi aplaudido de pé pelos adeptos da casa. Um gesto só ao alcance dos melhores de sempre, que vale a pena rever.

    Em 2016, novo Campeonato do Mundo, desta feita na Colômbia. Portugal passou tranquilamente a Fase de Grupos, vencendo o Panamá e o Uzbequistão, e empatando com a Colômbia. Depois de bater Costa Rica e Azerbaijão na fase a eliminar, a equipa das Quinas caiu diante da Argentina, na meia-final. Depois, perdemos com o Irão e voltámos a rubricar o quarto lugar. Quanto a Ricardinho… tornou-se, pela primeira vez, o melhor marcador de um Mundial. Foram 12 golos em sete jogos, destronando o seu “rival” Falcão.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Tiago Alexandre
    Tiago Alexandrehttp://www.bolanarede.pt
    O Tiago nasceu em Abrantes e, atualmente, estuda em Portalegre, cidade para onde partiu em busca do seu sonho no meio do Jornalismo. Está ligado ao Desporto desde sempre e gosta de rebater as suas opiniões até à última. O Ciclismo e o Futebol - não o 'jogo da bola' - são as suas paixões, sem nunca descurar o Hóquei em Patins, o Futsal e o brilhante mundo dos Esports.